Texto sobre viagem de moto

Vivemos uma época em que a facilidade predomina em todos os ramos e segmentos da sociedade. Logicamente, no motociclismo isso não seria diferente. Hoje temos diversas motos modernas, potentes, de altas cilindradas, com tecnologias avançadas que prometem te levar a qualquer lugar.

Mas fazem muito mais do que isso, te proporcionam total conforto e agilidade, praticamente fazendo todo o trabalho sozinhas, pois possuem controles de tração, piloto automático, diversos indicadores no painel, tomadas, bagageiros feitos sob medida para cada modelo e diversos acessórios que facilitam a todo instante a vida do piloto. Este acaba sendo ofuscado pelas grandes, potentes e poderosas máquinas.

Com as motos de pequenas cilindradas acontece justamente o oposto. O piloto ganha evidência durante suas longas jornadas e todos que acompanham a viagem conseguem ver a necessidade de perseverança para vencer as adversidades.

As viagens são mais lentas e gradativas, a moto exerce o básico de suas funções, tendo pouca tecnologia e recursos, exigindo assim alta perícia na pilotagem e muita força de vontade.

“Não deixe para amanhã a aventura que você pode viver hoje.”

Piloto e moto crescem juntos, diante dos olhares curiosos, a bagagem amarrada e disposta pela moto de forma improvisada chama a atenção e conquista a admiração das pessoas por onde passa.

Quando você para em algum lugar, logo conquista novas amizades, pois todos percebem as dificuldades que você tem de superar a cada quilômetro, a cada dia, semana ou mês.

É impressionante como as baixas cilindradas despertam a empatia das pessoas e também a sua admiração. É simplesmente fascinante essa troca de energia em torno de uma pequena notável e seu piloto.

Texto sobre viagem de moto

Enfim, é perigoso viajar com uma moto de baixa cilindrada? Principalmente se tratando de longas viagens, passando por diversos estados, regiões e países? Creio que a resposta é unânime e todo aventureiro que já se permitiu viver tamanha experiência de liberdade fornecerá uma resposta similar. Perigoso meus amigos, perigoso é ficar parado, estagnado e vendo a vida passar diante dos seus olhos e não tomar uma atitude para mudar a situação. Perigoso é sonhar e não ter atitude e coragem para lutar pela realização desses sonhos. Isso sim é altamente perigoso e letal.

Se você, leitor, parar para analisar e fizer uma simples comparação, irá constatar que tenho razão e, consequentemente, irá concordar comigo. Pare e pense: se você fosse uma moto, seria uma moto de baixa ou alta cilindrada? Com certeza de baixa cilindrada, mas você possui um triunfo... Sua mente, pois, é nela que está seu grande diferencial. Podemos aprender mais a cada dia, nos especializar, nos tornar grandes pilotos, aventureiros que não se entregam diante das adversidades diárias, domando a máquina de baixa cilindrada, mas que pode com absoluta certeza te levar muito longe, e isso faz total diferença.

Texto sobre viagem de moto

Eu, sinceramente, prefiro guiar a moto a ser guiado por ela. Prefiro ter o controle da situação e saber que consigo me virar com aquilo que tenho disponível, viver as aventuras com todo o seu esplendor e significado da palavra, vencendo as dificuldades, superando meus limites pessoais e alcançando os objetivos que foram almejados e planejados com tanto esforço e determinação.

As motos de baixa cilindrada proporcionam isso. Você vive ao máximo o que uma grande aventura pode te proporcionar, o que a natureza e a estrada possuem de melhor para oferecer. Afinal de contas, assim que sair de casa já estará vivendo algo grande, desafiador e singular, pois, em uma grande jornada, o mais importante é dar o primeiro passo ou a primeira acelerada, como preferir.

Pilotar uma moto pequena requer mais do piloto, mais preparo físico e emocional, maior dedicação, paciência, perseverança, resiliência e tudo isso lhe proporciona em troca um espírito livre, forte e inabalável, capaz de suportar e superar tudo que vier pelo caminho.

Texto sobre viagem de moto

“E aí, você quer ser a pessoa que supera tudo o que vier e realiza seus sonhos com bravura e determinação ou prefere ser aquele que se queixa durante a vida por ser fraco e desistir logo no começo?”

“Claramente nem sempre os sonhos podem ser realizados em uma primeira tentativa, mas enquanto houver vida há também novas oportunidades, novas tentativas podem ser feitas, e assim o sonho pode ser alcançado.”

“Estabeleça ideais, lute pelo que acredita... Você precisa ser o primeiro a acreditar em seus sonhos.”

“Busque o que você realmente sonha, lute pelos seus ideais, seja forte para perseverar, a realização de seus sonhos só depende de você. Tenha em mente que querer realmente é poder.”

Texto sobre viagem de moto

Até o momento já percorri mais de 180 mil km com minha Honda CG Fan de 150cc. Acredito realmente que somos do tamanho de nossos sonhos, e foi sonhando grande que até o momento percorri todos os estados brasileiros com minha fiel guerreira e na América do Sul nós já percorremos todos os países. Em breve novas aventuras surgirão e buscarei a conquista de todo o nosso imenso continente Americano.

Forte abraço a você leitor e desejo, sinceramente, que você possa, assim como eu e a Poderosa, viver grandes aventuras. Ao lado de sua pequena notável é possível chegar mais longe do que se imagina, acredite!

* Todos os trechos com “aspas” foram retirados do livro Brasil: Estradas, aventuras, desafios e muitas histórias para contar de Alisson Campos.

Para obter mais informações e adquirir seu exemplar acesse: facebook.com/BrasilAlissonCampos

Comentários (0)

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Caracteres
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia