Independentemente do estágio que você está no processo, esse tutorial é um esboço em 10 passos dos princípios básicos sobre como operar uma motocicleta, mas lembre-se que não há substituto para um curso prático em auto escola. Se você está aprendendo a andar ou se já é um profissional experiente, lembre-se de usar sempre o equipamento de segurança.

Estou escrevendo isso de um hotel em Gramado (RS), no meu terceiro dia de uma viagem que iniciou em São Paulo, passou por Curitiba-PR, Florianópolis-SC e terá seu climax amanhã em Bento Gonçalves-RS até meu retorno a São Paulo. Nesse meio tempo eu percebi acertos e erros na viagem e gostaria de compartilhar alguns deles...

Antes de embarcar para uma viagem de moto para outro país, é fundamental que seja feito um seguro de viagem para garantir a segurança e comodidade de sua ida ao exterior. O seguro-viagem proporciona assistência médica em caso de doença ou acidente, cobertura de gastos com medicamentos e serviços odontológicos, indenização suplementar à da companhia aérea por perda de bagagem, ajuda em caso de perda de documentos, serviços de localização e identificação de bagagens, auxílio em problemas jurídicos e até traslados do corpo, em caso de morte.

Viajar de moto é uma das atividades mais divertidas e instigantes para se fazer. O vento no rosto e a sensação de liberdade são um verdadeiro prêmio para os pilotos. E assim como em qualquer viagem, ter companhia para compartilhar a experiência é muito melhor. Sem dúvida diminuiu os riscos, sobretudo em caso de problemas nos veículos. Mas para isso, é fundamental que o grupo esteja organizado e que cada um faça sua parte, lembra o motociclista Humberto Lague:

Com mais de 60 mil associados em todo o mundo e com sede nos Estados Unidos, a Iron Butt Association se dedica à promoção de eventos para motociclistas e à divulgação de práticas seguras para a realização de viagens de moto de longa distância. Para tanto, publica vários documentos com dicas escritas pelos motociclistas associados mais experientes. Reproduzimos abaixo a mais famosa das listas com dicas da entidade.

Pilotar uma motocicleta é a melhor coisa da vida que pode ser feita em público. Por outro lado, se você não conhecer a técnica correta para pilotar a sua máquina, o que deveria ser um prazer, a qualquer momento pode se transformar em um sério problema. O pior de tudo é que, pouquíssimas pessoas reconhecem a necessidade de buscar ajuda e, quando o fazem, quase sempre procuram as pessoas erradas.

Ao voltar das férias e viagens de fim de ano, sua motocicleta pode ter ficado estacionada na garagem por muito tempo. Mas antes de deixá-la de molho enquanto recobra suas atividades corriqueiras como o trabalho, que tal prepará-la para que da próxima vez em que for usá-la, ela esteja em perfeito estado? Porque apesar de parecer estar protegia em sua garagem, a moto pode sofrer com as ações do tempo, principalmente se ela tiver entrado em contato com a maresia e a areia da praia ou com a lama do campo durante o recesso.

Quem é apaixonado pelas estradas, mas tem uma moto com pouca autonomia, sabe o quanto é difícil planejar uma viagem para lugares com pouca infraestratura, principalmente onde os postos de combustível ficam distantes uns dos outros. O que fazer, levar um tanque extra? E a legislação brasileira, como trata o transporte de combustível em motos?

Uma extensa, mas imprescindível e completa lista com 50 dicas e conselhos para você andar de moto. Se seguidas, com certeza te ajudarão a curtir um bom passeio de moto, com segurança.

Ver mais artigos

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia