Viagem de moto até o Chile – Deserto do Atacama

Dia 20, saímos às 11h30min, e chegamos à Fronteira, no Paso Jama, às 13 horas. Paramos no Posto YPF e fomos informados que a fronteira está de fato fechada. Disseram que ainda havia possibilidade de abertura. A temperatura estava em 0ºC.

No caminho tivemos pela primeira vez a visão da Cordilheira dos Andes, com seus picos nevados... Sensação única... E sentir o frio de zero, mesmo sendo ruim, passa a ser bom, para sentir a realidade, a proximidade com a natureza...

Logo mais, estaríamos pegando (com as mãos) a neve.

Aguardamos até às 14 horas e decidimos ficar por ali mesmo, pois a notícia que corria é que seria aberto pela manhã.

Não havia hospedagem no posto (tem um hotel, com 4 quartos). Estava lotado com pessoas esperando a abertura do Passo. Dormiríamos nas cadeiras da loja de conveniência.

Mais à noite um dos caminhoneiros chilenos que estava no posto e que virou nosso amigo disse que ligou para amigos no Chile, e lá havia 1,5m de neve sobre a pista... E a previsão era de abertura no mínimo no dia 23 ou 24.

Desanimo total.

Resolvemos então voltar para Purmamarca no dia seguinte pela manhã.