Login

  • Categoria: Dicas

Honda CBR 250R

Independentemente do estágio que você está no processo, esse tutorial é um esboço em 10 passos dos princípios básicos sobre como operar uma motocicleta, mas lembre-se que não há substituto para um curso prático em auto escola.

Se você está aprendendo a andar ou se já é um profissional experiente, lembre-se de usar sempre o equipamento de segurança.

Andar de moto proporciona muito prazer, mas antes, é importante aprender a andar com o respeito e cuidado que a prática merece. Adotar essa atitude não só irá garantir que você sabe que está realizando uma atividade de risco, com reflexão e auto-preservação, mas tornará todo o processo ainda mais agradável.

1 - O princípio: Preparando-se para sua aventura em duas rodas

É sempre importante lembrar que, para pilotar uma moto no Brasil, é necessário ter ao menos 18 anos de idade e possuir a carteira nacional de habilitação (CNH) de categoria "A". Caso você seja flagrado pelas autoridades de trânsito pilotando sem uma CNH, será multado em R$ 574,62, pois essa é uma infração gravíssima e o veículo poderá ser apreendido, caso não haja uma pessoa habilitada que possa pilotá-la até a sua casa. Portanto, antes de sair por aí pilotando uma moto, é importante procurar uma auto escola para providenciar a sua CNH.

Antes de confiar sua vida à sua moto, você precisa ter certeza de que ela está em condições de segurança para andar. Verifique se os pneus estão cheios e se existe combustível suficiente no tanque para chegar ao seu destino. Verifique também se a corrente de transmissão está bem ajustada e se o óleo do motor está em um nível aceitável para o funcionamento do veículo. Estas orientações estão presentes na maioria dos manuais do proprietário de diversos fabricantes de motocicletas e devem ser seguidas sempre para garantir a sua segurança durante a pilotagem. Por fim, verifique se a moto está apoiada de forma segura no descanso lateral ou central.

2 - Verifique se você está com todos os equipamentos necessários para pilotar

Vestindo as luvas
Use o equipamento de segurança

Cair com uma motocicleta dói como o diabo e até mesmo em baixas velocidades é fácil ralar seriamente a pele. Certifique-se de que você está protegido, usando todos os equipamentos de segurança, incluindo luvas, roupas com proteções, botas e capacete.

Uma vez que está devidamente equipado para pilotar, você está pronto para pegar a moto.

3 - Passe a perna por cima da moto e se familiarize

Montando

Montar em uma moto pode ser um grande teste de flexibilidade, mas não deixe esta fase intimidá-lo. É o máximo que você vai exigir do seu corpo durante o processo de pilotagem.

Dependendo da sua altura e da altura da moto, passar uma perna sobre a moto pode ser uma manobra estranha.

Posicione-se do lado esquerdo da moto e coloque as mãos nos punhos do guidão. Procurando manter o equilíbrio, incline-se suavemente contra o tanque e / ou guidão. Com todo o seu peso sobre a perna esquerda, levante a perna direita para cima e sobre a moto - tenha o cuidado de levantar a perna acima da moto ou você pode não conseguir chegar ao outro lado.

Uma vez que você está montando a moto, você pode ficar no banco e ter uma noção da sua ergonomia. Este é um bom momento para se certificar se os espelhos estão ajustados. Familiarize-se com a posição das pedaleiras e a localização dos botões dos piscas, buzina e faróis. Cada moto é diferente e familiarizar-se com ela nesta fase é muito mais seguro do que em movimento.

As próximas etapas descrevem os controles básicos de uma motocicleta. Familiarizar-se com esses controles, como acelerador, freios, embreagem e câmbio, lhe permitirá aprender a pilotar com mais facilidade e se concentrar em sua técnica.

4 - Conheça seus Controles: acelerador e freios

Freios

Torcer o punho do acelerador injeta gasolina no motor. A alavanca direita aciona o freio dianteiro. O pedal direito aciona o freio traseiro.

A mão direita é responsável por duas funções cruciais no motociclismo: aceleração e frenagem.

Ao torcer o punho, você acelera a moto. Aplique uma pequena torção, seja delicado com esse controle, porque rotações bruscas do motor podem levar à instabilidade da moto ou até derrapagens acidentais.

A mão direita também controla os freios dianteiros (como pode ser visto na metade superior da foto). Puxando a alavanca, você aciona os freios dianteiros. Suavidade é crucial aqui: puxar a alavanca com muita força pode bloquear os freios dianteiros, fazendo com que a moto derrape e, potencialmente, provoque uma queda. Embora a maioria das motos sejam capazes de parar usando a técnica de dois dedos (como pode ser visto na foto acima), algumas exigem a mão inteira em torno da alavanca. Use a técnica que funciona melhor com sua moto.

O pé direito opera o freio traseiro (foto na metade inferior da imagem), mas esteja ciente de que quando os freios dianteiros estão em uso, o freio traseiro torna-se menos eficaz, uma vez que ocorre a transferência de peso para a frente durante a frenagem. O freio traseiro pode ser utilizado em conjunto com o dianteiro em uma frenagem mais forte, para dar estabilidade à moto. Ele é mais eficaz em situações de velocidades reduzidas e em manobras de baixa velocidade. O freio traseiro é mais eficaz em motos customs porque elas distribuem muito do seu peso sobre a roda traseira. Os freios dianteiros são geralmente a maneira mais eficaz de parar uma moto.

5 - Conheça seus Controles: embreagem

Embreagem

A metade superior da imagem mostra a técnica de acoplamento de dois dedos (que é comum com motos esportivas), enquanto que a metade inferior mostra a técnica de quatro dedos que é normalmente empregue com outros tipos de motos.

A embreagem é a alavanca logo à frente do punho da mão esquerda. A maioria das motos esportivas requer apenas uma operação de dois dedos (foto superior), enquanto estiver em curso, viajando, e outros tipos de motos, muitas vezes necessitam de toda a mão para operar a alavanca (foto inferior).

Pense na embreagem como uma maneira de conectar e desconectar o motor da transmissão. Quando aperta o manete da embreagem, você está efetivamente colocando a moto em ponto morto (mesmo que o câmbio esteja engrenado). Quando a moto está engrenada e você solta a embreagem, está transmitindo a potência do motor para a roda traseira da moto.

Pratique puxar a embreagem com a mão esquerda, fazendo de forma lenta e gradual. Imagine que a embreagem é um dimmer, aqueles interruptores com os quais você aumenta ou diminui a intensidade de uma lâmpada, muito usados em quartos de crianças, ao invés de um interruptor "On-Off", e você será capaz de se movimentar de forma muito mais suave.

6 - Conheça seus Controles: Câmbio

Câmbio

A metade superior da imagem revela como trocar de marcha, usando a sua bota para empurrar a alavanca de câmbio para cima. A metade inferior da imagem mostra uma redução de marcha, quando a alavanca de câmbio é empurrada para baixo.

Motocicletas mudam de marcha de forma diferente dos carros. Enquanto que a operação mecânica segue o mesmo princípio, as trocas de marcha nas motocicletas são executadas ao mover uma alavanca para cima ou para baixo com o pé esquerdo.

Os padrões de deslocamento da motocicleta são os seguintes:

6ª marcha (se aplicável)
5ª marcha
4ª marcha
3ª marcha
2ª marcha
NEUTRO
1ª marcha

A grande maioria das motocicletas incorporam este padrão, o qual é referido como "1 para baixo, 5 para cima."

Você vai levar algum tempo para se acostumar a encontrar o neutro apenas sentindo a posição da marcha com o pé esquerdo, de modo que é muito útil você observar a luz verde "N" no painel da moto. Algumas motocicletas permitem trocar a marcha sem usar a embreagem, mas é importante ter como hábito usar a embreagem.

A troca de marcha deve ser feita na seguinte ordem:

  1. Acionar a embreagem (usando a mão esquerda)
  2. Acionar a alavanca do câmbio (usando pé esquerdo)
  3. Liberar a embreagem

Acertar o tempo do acelerador com a embreagem irá adicionar suavidade ao processo de mudança de marchas. Procure colocar as engrenagens da caixa de marcha em movimento de acordo com a aceleração do motor. A menos que você esteja em uma pista de corridas, não há razão para forçar seu motor.

Se tudo isso parece complicado, não se preocupe, é mais fácil do que parece!

7 - Senhoras e senhores, liguem suas motocicletas!

Ignição

Verifique se a chave de ignição está na posição "On". Vire a chave, e pressione o botão "start", que normalmente está situado abaixo do interruptor "off".

Agora que você está familiarizado com as funções de sua moto, é hora de iniciar. A maioria das motocicletas modernas têm partida elétrica, sem a necessidade de acionar o motor com pedal de partida.

Para a moto funcionar, a chave de ignição e o interruptor de parada / funcionamento do motor devem estar na posição "On". Primeiro, acione o botão de partida (geralmente é um interruptor vermelho operado pelo polegar direito, como pode ser visto na primeira metade da foto). Agora, gire a chave para a posição "ignição". Normalmente é para a direita (como pode ser visto na parte inferior da foto). A maioria das motos irá realizar uma auto verificação para testar se os medidores estão operacionais, o que pode envolver todas as luzes do painel acesas como uma árvore de Natal. Se você vir o velocímetro e / ou tacômetro (que mede a rotação do motor) movimentar-se e voltar a zero, não se preocupe - é normal. Quando a auto-avaliação for concluída, verifique se a lâmpada do indicador de ponto morto (luz verde "N") está acesa.

Em seguida, use o polegar direito para acionar o interruptor do motor de partida elétrica, que normalmente está localizado abaixo do interruptor de parara / funcionamento do motor. Ele tem um logotipo representado por uma seta circular em torno de um raio. Muitas motos vão exigir que você acione a embreagem enquanto liga o motor. Isto ocorre simplesmente como uma precaução, para evitar que a moto acidentalmente arranque porque está com uma marcha engatada.

Ao acionar o botão, o motor de partida vai girar e, se tudo está funcionando corretamente e há combustível no tanque, o motor da moto vai começar a funcionar. Motos carburadas podem precisar de uma leve torção no acelerador, a fim de obter combustível nos cilindros; motos com injeção eletrônica de combustível normalmente são projetadas de modo que não seja necessário acelerar durante a inicialização.

Uma vez que sua moto vem à vida e o motor funciona, prepare-se para desfrutar de um dos velhos rituais de motociclismo.

8 - O jogo de espera

Esperando

O velho ritual do motociclismo: esperando o motor aquecer.

Qualquer motor de combustão interna irá atingir o seu melhor desempenho quando estiver aquecido, mas a prática de aquecer os motores dos carros, em grande parte, se tornaram obsoletos. Pilotar uma motocicleta, no entanto, exige que o piloto confie que o motor irá produzir a energia previsível quando for exigido. Então, aquecer o motor da moto ainda é uma parte crucial do ritual - especialmente quando uma moto é carburada, ao contrário das que são dotadas de injeção eletrônica de combustível.

Depois de colocar o motor em funcionamento, deixe-o em marcha lenta entre 45 segundos a alguns minutos e evite acelerar o motor durante este momento crucial, uma vez que o óleo lubrificante pode não ter sido distribuído adequadamente entre as partes móveis do motor. O tempo real necessário para o aquecimento irá variar de acordo com uma série de fatores, incluindo a temperatura ambiente, o tamanho do motor e quantidade de óleo existente nele, para citar alguns exemplos. Use o medidor de temperatura como um guia e só prossiga quando você estiver confiante de que o motor não vai falhar, porque não está devidamente aquecido.

9 - Levantando o descanso lateral: Não se esqueça disso!

Descanso

Motos modernas desligam automaticamente se o descanso lateral ainda estiver abaixado quando for engatada uma marcha. Se a sua moto não está equipada com este recurso, certifique-se de retirar o descanso lateral, literalmente chutando-o para trás com o seu pé esquerdo e permitindo que ele guarde debaixo da parte inferior do chassi da moto. Não fazê-lo pode representar um risco grave à segurança do motociclista.

O cavalete central funciona um pouco diferente, e exige que a moto seja empurrada para a frente, enquanto o piloto fica na ponta dos pés, a fim de retirar o suporte.

Uma vez que seus pés estão garantindo o equilíbrio da moto, você está pronto para passear!

10 - E, finalmente, passear!

Ação

O momento que você estava esperando.

Depois de ter concluído os passos 1-9, todos os sistemas estão funcionando e você está pronto para pilotar! Este é o momento em que você vai precisar lembrar das funções do acelerador, freios, embreagem e câmbio, e desenvolver uma relação sinérgica entre eles.

Mantenha o equilíbrio da moto com o pé direito no chão e o esquerdo na pedaleira. Puxe a alavanca da embreagem e pressione a alavanca do pedal de câmbio para baixo. Agora, a transmissão está na primeira marcha. Solte a embreagem devagar e, ao mesmo tempo, acelere gradativamente. Comece a sentir a motocicleta movimentar para a frente. Quando a moto ganhar velocidade, coloque o pé direito sobre a pedaleira.

Engate a segunda marcha quando a moto atingir a velocidade de mudança apropriada: reduza a aceleração ao mesmo tempo em que puxa a alavanca da embreagem e empurra a alavanca do pedal de câmbio para cima.

Repita os passos anteriores para engatar a terceira, a quarta, a quinta e a sexta marcha.

Parabéns, você está andando de moto!

Pilotar é realmente mais fácil de fazer do que descrever, então, quando você sair em uma moto, tente confiar em seus instintos, sinta o que a moto está fazendo e não pense demais.

Trocar marcha, como descrevi na etapa 6, exige prática. Frenagem e aceleração, descritas no Passo 4, também exigem um pouco de prática, mas a regra e o que é fundamental, é que a moto deve ser conduzida de forma suave e gradual. Fazer isso não só vai fazer de você um piloto confiante, mas vai tornar o processo mais instintivo e fácil.

Não deixe que toda esta informação assuste você. Pilotar moto é fácil, mas é preciso consciência para fazê-lo de forma segura e correta.

Parabéns por se tornar um motociclista e por começar a fazer parte da paisagem!

Deixar seu comentário

Postar comentário sem fazer login

0 Restrição de Caracter
Seu texto deve ter mais de 5 caracteres

Dicas

Kit básico do viajante solitário

Kit básico do viajante solitário

Viajar de moto é um prazer indiscutível que só os motociclistas são capazes de entender...

Dicas

Tabela de multas para infrações de Trânsito

Tabela de multas para infrações de Trânsito

As multas de trânsito ou medidas administrativas são aplicadas de acordo com a gravidade da...

Dicas

Dicas de pilotagem: curvas

Dicas de pilotagem: curvas

Um dos maiores desafios na pilotagem de uma motocicleta é conduzi-la corretamente em curvas, sejam...