Login

  • Categoria: Alasca Expedition

América do Sul - Argentina

Ourinhos/SP – Puerto Iguazu/Argentina = 710 km.

alt

Partimos de Ourinhos às 08:00 h com bom tempo e muito frio. Estradas boas e abastecimento a cada 250 km. As motos respondendo com bom desempenho, ficavam limitadas na velocidade para não abandonar a Electra Evolution do Edinho, que não podia passar de 140 Km, porque começava a rebolar devido a problemas nos amortecedores traseiros. Mesmo assim, chegamos às 17:30 h em Foz do Iguaçu e fomos direto para o Posto Ipiranga, onde fica o escritório da Corretora Magna, a fim de pegar a Carta-Verde (seguro contra terceiros para o Mercosul).

Como ainda estava cedo, resolvemos fazer logo a aduana e pernoitar em Puerto Iguazu, a fim de ganharmos tempo, no dia seguinte. Na fronteira, o Edinho me confidenciou que se nós conseguíssemos economizar 2 dias, ele iria conosco até Fairsbank, no Alasca. Decidimos buscar este objetivo.

Em seguida, fomos procurar hotel. O primeiro não tinha garagem. Ao sair, inclinei a moto, até onde estava acostumado, porém ela estava sobrecarregada com bagagem e não consegui segurar: chão. Inclinei junto com ela, bati com a cabeça, mas sem problema porque estava usando o capacete.

Ficamos no segundo hotel. Ao sair para guardar a moto, numa curva na esquina do quarteirão do hotel, seguindo a trilha do Edinho, já inclinado na curva, ouvi a moto do Edinho dar uma pancada em alguma coisa e saltar. Em seguida, foi a minha vez: após a roda traseira cair no buraco, o suporte da pedaleira bateu na tampa do bueiro e freei a moto. Sem apoio, inclinei a moto sobre um carro que freou do meu lado. Fora o susto, não houve qualquer dano no meu corpo, nem na moto.

Espero ter esgotado o meu repertório de babacadas. Por falta de harmonia na estrada (diferenças na velocidade de cruzeiro, tempo de ultrapassagens etc), estamos chegando à noite nas cidades. Ainda não conseguimos definir uma rotina para a vida na estrada. Assim, ainda não consegui utilizar o SPOT (rastreador pessoal), usar o BlackBerry, ativar a filmadora Hero Pro, instalar o intercomunicador Cardo etc e tal. Além disso, o avançado da hora e o cansaço não me permitem escrever, respondendo as mensagens dos amigos ou alimentando o Blog. Tudo porque estamos perdendo tempo em demasia na estrada. Precisamos combinar alguma coisa e arrumar a casa.

PHD Artur Albuquerque
http://phdalaska.hwbrasil.com/site/
http://www.phd-br.com.br/

Deixar seu comentário

Postar comentário sem fazer login

0 Restrição de Caracter
Seu texto deve ter mais de 5 caracteres
  • Olá Selmo, tudo bem?<br /><br />Vamos tentar te ajudar em suas dúvidas:<br /><br />Seguro carta verde - você pode fazer no Rio para iniciar validade no dia exato que você for entrar no país vizinho. Não é necessário esperar para fazer no dia da viagem. Entretanto, temos recebido relatos que é muito mais barato fazer este seguro com um corretor na Argentina do que no Brasil, mesmo que na fronteira.<br /><br />Prorrogação do seguro - ao fazer a contratação, verifique com o corretor quanto fica alguns dias a mais. Normalmente a diferença de preço é pequena.<br /><br />Burocracia - normalmente existe uma certa demora por parte das "autoridades" dos países vizinhos nos trâmites. Vá preparado para pelo menos umas duas horas em cada aduana.<br /><br />Sobre sua viagem, podemos publicar em nossa área de recados o seu convite. Neste caso teríamos que publicar também o seu e-mail para contato, tem algum problema?<br /><br />Obrigado por nos acompanhar e boa estrada

  • selmo gliksman

    Caros colegas espero que estejam todos bem!Pegar a carta verde em foz do iguaçu é mais vantajoso do que no rio (onde moro) devido ao preço e para ganhar mais alguns dias já que ela tem validade de 30 dias e daqui até a fronteira levamos geralmente 2 ou 3 dias? E a segunda pergunta é como prolongar a validade dela se acharmos que vamos passar dos 30 dias? numa aduana no caminho pela américa do sul e sem maiores confusões e complicações de ordem burocrática? Aproveito o ensejo para dizer que em dezembro me encaminho do rio de janeiro ao atacama para uma viajem de mais ou menos 40 dias e busco companhia..na falta irei só. Felicidades a todos!!<br />Selmo