Viagem de moto pelas Américas

Olá pessoal! Cheguei a Lima hoje. Cidade infernal, de mais de oito milhões de habitantes, trânsito difícil. É uma São Paulo com buzinas e apitaços de guardas, e é cercada de favelas. O centro histórico é razoável.

A Estrada do Pacífico, para Lima, termina gloriosamente numa pista excelente, duplicada, a 200 km da capital. Só deserto. Hoje avistei o Oceano Pacífico pela primeira vez na viagem.

Mas o trecho realmente espetacular é o de Cuzco a Nazca. Montanhas de mais de seis mil metros, com picos nevados, descidas incríveis, pedras pra todos os gostos, vales (o maior trecho em vale teve 150 km), altiplano de largo horizonte com muito frio e com lagos lindos e ao final o maravilhoso deserto de Nazca, onde fiz um vôo pra ver as tais Linhas, que sao muito intrigantes mesmo.

Começa a haver tráfego a 300 km de Lima, mas quando a estrada duplica é tranquilo. Amanhã sigo pela Panamericana ao Norte, o mais que puder. Valeu.

Abraços a todos, esperando que estejam bem.

Eu ainda estou fazendo os relatos, depois te passo, mais as fotos. Será um prazer. Nesta viagem estou escrevendo um pouco, pra ajudar no moral. Li isso de uma outra viagem.

Estou no extremo norte do Peru. Amanha espero entrar no Equador.

O trecho de 1010 km de hoje teve só deserto e mais deserto, muito bonito, retas grandes, a última de 217 km. E muito vento forte também, que vem do mar quando o ar esquenta.

Acho que o Paris Dakar vai ter um trecho neste país, porque vi um caminhão e uma picape deles em Nazca.
Adilson, obrigado pela companhia e pela atenção. Lembrei muito de você e do Barba no trecho de Cuzco a Nazca. É tão bonito que vocês iam demorar uns 15 dias tirando fotos. Abraço ao Gerson.

Fiquem com Deus vocês também, e enquanto novembro não chega, curtam a expectativa da viagem.

Abs
Wagner