Viagem de moto pelas Américas

Desculpem, uma pena que não consegui falar pelo telefone. Hoje escrevo de Lima. Estou numa pequena ilha de tranquilidade, numa lan house. A cidade é infernal. Cercada de favelas que sobem as montanhas de areia. O trânsito é muito congestionado e eles buzinam o tempo inteiro enquanto os guardas apitam pra tudo também.

Aqui só tem duas coisas: o centro histórico e o bairro de Miraflores. Consegui sozinho encontrar o centro histórico, mas rodei, rodei e não via hotel nenhum. Então pedi a um taxista para me guiar até um hotel. Até ele demorou pra encontrar um, e foi fora do centro histórico, porque ele disse que eu precisava de uma garagem, e que ali não tinha.

Estou num hotelzinho. Na dificuldade de encontrar um, quase que entro no primeiro que avistamos, o Sheraton! Ainda bem que não fiz isso. Acabei de fazer um city tour. Não tirei nenhuma foto. Realmente a cidade não tem atrativos. A comida é ruim, e agora vou para o hotel dormir, para acordar cedo amanhã. Quero andar mais amanhã, pois preciso começar a vencer distancias novamente. Ia conhecer Miraflores, mas acho que não valerá a pena, pelo que já vi. Além disso, está muito frio aqui, e chuviscando, embora a cidade fique num deserto. No caminho de Nazca para cá é só deserto, muitas dunas e falésias.

Hoje avistei o Oceano Pacífico pela primeira vez na viagem.