A viagem ainda não começou. Vamos daqui a dois meses, um grupo de Belo Horizonte, para comemorar in loco – melhor dizendo – onde tudo começou, os 110 anos de aniversário da Harley-Davidson. Mas os preparativos já estão adiantados, claro, pois não se faz uma excursão dessa sem planejar com antecedência, organizar o grupo, reservar os hotéis, acertar o aluguel das motos e até dos carros, já que boa parte dos trechos não será feita sobre duas rodas.

O segundo dia de nossa viagem foi bem mais leve – 295 milhas, aproximadamente 475 km. Saímos às 8h35, bem conforme o combinado. Ninguém pergunta a crença de ninguém, mas nas viagens desse grupo, mesmo as bate-volta perto de BH, Ivan ou Laerte sempre puxam um Pai Nosso, e às vezes vem também uma Ave Maria.

Finalmente, em Milwaukee. No terceiro trecho da viagem, para chegar a Chicago, percorremos apenas 246 milhas, ou aproximadamente 394 quilômetros.

Participar de um evento da Harley Davidson é coisa para fanáticos. Há diversas comparações possíveis com o futebol para nós brasileiros, por exemplo – de todas as experiências que me ocorrem, nada parece mais próximo do que essas duas paixões.

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia

Mais viagens pelos Estados Unidos

Tail of the Dragon

Dançando com minha "boneca" Honda Gold Wing no Tail of the Dragon on road US 129, onde o perigo...

De Miami a Key West

Em maio do ano passado, eu, minha esposa, minha irmã e meu cunhado fomos passar alguns dias em...

Motorcycle Cannonball Endurance

Uma aventura muito curiosa. Um grupo com 45 motociclistas do Reino Unido, Canadá, Estados Unidos e...