Viagem de moto pelo Brasil

Me hospedando em hotéis baratos, mas não muquifos, fui para casa com a moto bem limpa. Achei um lava car em Mauá da Serra (PR) e ela ficou parecida uma moto nova. Com a corrente batendo um pouco, cheguei às 14h em casa, depois de 402 km percorridos.

Um resumo dos problemas no trajeto: o seguro do veiculo no Peru; uma queda que fraturou minha costela; dificuldade de abastecimento da moto na Bolívia; pneu furado em São Paulo; alto custo para passear em Machu Picchu; e a manutenção da moto, que apesar de pequena, precisou de atenção.

Viajar por 2 países e 6 estados em 14 dias requer muita força de vontade e determinação, afinal, foram 10.300 km apenas 3 meses e meio após ir a Ushuaia quando percorri 12.000 km.

Segue abaixo uma planilha com os custos da viagem.

Dia Local Combustivel hospedagem turismo Alimentação Pedágio
1 Miranda - 50,00 - 20,00 -
2 Santa Cruz - 150,00 - 20,00 -
3 La Paz - 50,00 55,00 10,00 -
4 Puno - 40,00 260,00 10,00 -
5 Cuzco - 40,00 570,00 30,00 -
6 Cuzco - 40,00 - 15,00 -
7 Ica - 40,00 - 20,00 -
8 Cuzco - 40,00 - 15,00 -
9 Brasiléia - 50,00 - 20,00 -
10 Porto Velho - 70,00 - 25,00 -
11 Pontes e Lacerda - 60,00 - 20,00 -
12 Alto Araguaia - 50,00 - 25,00 -
13 Londrina - 48,00 - 25,00 -
14 Colombo - - - - -
Total   1.200,00 728,00 885,00 255,00 150,00
Total Apurado mais estimativas 3.218,00

Comentários (7)

This comment was minimized by the moderator on the site

meus parabens FERNANDO, estou planejando uma viagem desta ao PERU. Sou motorista carreteiro e conheco esta rota ate ASSIS BRASIL AC. Para conhecimento de todos neste mes de maio o DENIT vai inaugurar a ponte sobre o rio Madeira. ficando assim mais facill e rapido a travessia. Parabens e obrigado por compartilhar esta linda viagem. Moro em GOIANIA GO, qualquer coisa estamos por ka.

This comment was minimized by the moderator on the site

Muito bom!! 1 mês antes de você eu estava indo para Cusco pelo Acre, cheguei a cogitar ir pela Bolívia e lendo seu relato, ainda bem que não fui hahaha.

Mas tenho que comentar sobre Puerto Maldonado, pra mim foi bem tranquilo tanto a fronteira (demorou) quanto o hotel (Cabana Quinta). O SOAT eu fiz em Puerto Maldonado por indicação do próprio pessoal da fronteira. Um amigo que fiz em Porto Velho me passou o contato de um sujeito que vai até o hotel que você está, pega seus documentos e volta com o SOAT pronto (130 soles para 30 dias).

Dormi em Assis Brasil mesmo, único ruim da cidade é que não tem opção a noite pra comer, jantei um X-tudo e pronto.

Em Cusco, também com a ajuda de outro contato que esse amigo passou, uma moça arrumou todo o passeio até Machu Picchu com um bom preço, o que é realmente caro no passeio é a passagem de trem.

This comment was minimized by the moderator on the site

Primeiro parabéns, Fernando por favor passa seu contato pra mim, e mail ou face , pois estou colocando no papel uma viagem para San Pedro do Atacama com o mesmo roteiro que você fez em 2014, antes estou pensando em ir até curitiba para testar a moto , daí pago o almoço e você me dá uma assessoria kkkk , pretendo viajar em Dezembro, fico no seu aguardo ok

This comment was minimized by the moderator on the site

Ola... Meu nome é Fernando Araujo. segue o link Seu texto para linkar. Whatsapp +55 41 91945112.

This comment was minimized by the moderator on the site

Parabéns pela aventura amigo. Essa dificuldade do turista na Bolívia me desmotiva a ir ao Peru via Bolívia. Meu plano um dia será sair de Natal até o MT e subir ao Acre. Aparentemente é um trajeto bem melhor... apenas uma aduana e o povo peruano mais hospitaleiro.

This comment was minimized by the moderator on the site

Pbs pela viagem e disposição. Apesar de haver locais de interesse nesses países, não dá para animar a conhecê-los devido a problemas que todo motociclista que os percorre relata. Tinha vontade de percorrer essa Estrada da Morte. Agora, encarar essa venda praticamente proibida de combustível a estrangeiros na Bolívia, não dá não. Muita marra pra pouca qualidade de turismo. Ser maltratado ao entrar para dar dinheiro pra esse povo, não dá - No meu caso. Não desmerecendo a sua viagem. Li todo o relato e gostei bastante. Abraço.

This comment was minimized by the moderator on the site

Cara li todo seu relato. Show de bola, coragem e determinação, isso é importante. Quero ir por estas bandas, o que me preocupa mais é o abastecimento.

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Caracteres
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia

Mais viagens pela América do Sul

Foz do Iguaçu, Paraguai e Argentina em uma CB 300

Minha viagem começou no dia 02/01/2012 na minha Honda CB 300 Série Especial, com a intenção de...

Ao redor da América do Sul com uma Ténéré 250

Este é o relato de minha viagem ao redor da América do Sul com uma Ténéré 250cc, em janeiro e...

Um casal recifense e 14.875 km de aventura!

Somos Rosana e Luciano, recifenses, que percorremos com nossa moto Honda CB 500X um total de...