Viagem de moto pelo Peru e Brasil

Após o café da manhã fomos em direção à fronteira com o Brasil. Rodamos 237 km por uma estrada muito boa e chegamos na cidade de Nueva Fortaleza.

O lance da fronteira foi bem rápido e pronto, pisamos com as motos no Brasil e começaram os buracos. Tínhamos que andar pela estrada a menos de 80 km/h por causa dos buracos, que na verdade eram panelas enormes dos dois lados da estrada. Às vezes tínhamos que passar pelo acostamento que não tinha e que tinha sido feito pelos carros e caminhões. Uma vergonha! Me senti muito mal.

Viagem de moto pelo Peru e Brasil
Bois pastando no asfalto

Viagem de moto pelo Peru e Brasil
Placa Peru

Viagem de moto pelo Peru e Brasil
Placa na Rodovia Interoceânica

O visual fora da estrada é lindo, cheio de fazendas de bois e árvores gigantes que soube serem castanheiras e que são proibidas de cortar. Muitos bichos mortos e pedaços de pneus espalhados na pista.

Chegamos cedo a Rio Branco, depois de 574 km percorridos no dia e deu pra curtir um pouco a praça. Ficamos no hotel Inácio, mais ou menos, não muito bom.

Viagem de moto pelo Peru e Brasil
Placa de boas vindas ao Brasil

Viagem de moto pelo Peru e Brasil
Buracos na estrada chegando ao Acre

Comentários (0)

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Caracteres
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia