Viagem de moto pelo Brasil

Saímos cedo, depois de um café legal. As motos estavam mais sujas do que antes e prontas pra rodar por uma estrada dupla e bem bonita. Às vezes ela ficava simples, mas boa e cheia de caminhões. Era colheita da soja.

Do lado da estrada muitas seriemas, criações de avestruzes e fazendas de vacas e cavalos. A experiência de viajar pelo Mato Grosso é muito show. Você está viajando com sua moto e de repente um casal de araras passa por cima de você. Uma loucura de lindo, a gente quer ir atrás delas. Legal!

Andei quase o tempo todo sem jaquetas e só de manga de camiseta, devido ao calor, mas não me senti insegura.

Começamos a pegar pedágios, não muito caros, mas que tem que ser pagos. A chegada a Campo Grande é por um asfalto ruim. E a chuva estava chegando, pra variar. Entramos num Hotel Indaial e o recepcionista, antes de falar com a minha amiga, pediu pra ela tirar o capacete de um jeito bem estupido, rodou sobre os pés e tiramos o time. Fomos achar um outro Hotel Alkimia, não muito bom, mais que resolveu no momento.

Jantamos com outra amiga que mora em Campo Grande e descansamos. Estamos quase chegando. Ufa! Percorremos 497 km no dia.

Comentários (0)

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Caracteres
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia