Viagem de moto pelo Brasil

Consertei o suporte da bagagem na parte da manhã e depois segui para Miravânia para conhecer lugares e pessoas do Norte de Minas, tenho muita gratidão àquela região. Foram 30 km de estrada de terra sobre a reserva dos índios e o resto do percurso foi sobre asfalto com boa qualidade.

Conheci o rio Peruaçu e depois a nascente do rio Giporé.

Minha primeira noite no mato sozinho foi em Miravânia. Um nativo me deu a dica de onde pousar e fui, escondi a moto no mato e fiz acampamento. Depois tomei um banho delicioso no rio à noite. A primeira experiência foi tenebrosa, mas ao mesmo tempo você se renova. No final foi uma noite tranquila.

Novamente digo, eu odeio farofeiro ou pessoas que sujam a natureza. Tive que queimar muita garrafa e plástico no rio Giporé, que é cristalino.

Ao amanhecer, guardei tudo e fui à fazenda onde ganhei as fotos da nascente do rio Giporé. Agradeço ao fazendeiro por esta experiência.

Comentários (1)

This comment was minimized by the moderator on the site

Januária eu conheço sempre eu na casa do meu amigo João e sua esposa Tê, maravilhosos

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Caracteres
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia