Viagem de moto até Ushuaia, Argentina

Logo bem cedo tomamos café e nos informamos a respeito do passeio a Perito Moreno, onde ficam as geleiras Glaciais.

Partimos para a nova aventura. Chegamos à entrada do parque, onde pagamos 60 pesos argentinos cada um para entrar. Outro assalto de passeio. A paisagem era paradisíaca. Não resisti e peguei minha filmadora Mini DV e coloquei sobre minha maleta de tanque e filmei grande parte do trajeto que mostrava curvas e lagos de água azul e montanhas e mais montanhas enormes, muitas delas ainda com muito gelo em seu cume.

No caminho, encontramos um grupo de chilenos com motos que também estavam excursionando como a gente. Seguimos todos juntos.

Chegamos ao limite aonde as motos vão e, em seguida, fomos de van até as geleiras que, para ver de perto, tivemos que seguir por um caminho muito bem construído de ferro e metalom com proteções de madeira muito bem cuidadas nas laterais e nos degraus. Era uma descida de aproximadamente uns 100 metros morro abaixo. Então deparamo-nos com a gigantesca montanha de gelo azul, com aproximadamente 40 metros de altura e uns 250 de profundidade, segundo informações que conseguimos. Ficamos como crianças vendo um algodão doce na nossa frente. Filmamos e fotografamos tudo que podíamos e desfrutamos daquela maravilhosa paisagem da natureza que somente Deus poderia proporcionar ao Ser Humano.

Encontramos os amigos que vi no Ushuaia novamente, depois de ter também encontrado no Cassino na noite anterior e que estavam fazendo o mesmo passeio que a gente.

Voltamos a El Calafate e fomos até o caixa retirar dinheiro, pois estávamos na lona. Oliveira não conseguiu tirar, o cartão não passava, então emprestei 300 pesos para ele.

Fomos para Rio Gallegos a 200 por hora, eu e Kadin fazendo o Oliveira passar um aperto na pista, pois a XT dele anda no máximo a 160, com os ventos laterais então, nem se fala...

Chegamos e achamos um hotel Barato, o Hotel Paris, comandado por duas senhoras caducas, que pareciam estar no tempo da pedra. Deixamos nossa bagagem e fomos comer parrilla num restaurante. Eu e Kadin tomamos outra cerveja, a Stella.

Voltamos para o hotel. No dia seguinte teríamos uma longa jornada pela frente.

Comentários (0)

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Caracteres
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia