Viagem de moto até Ushuaia, Argentina

O dia começou agradável, sem muito sol, um pouco nublado, ideal para se andar e viajar de moto. As retas logo surgiram e com elas o sono e o remédio foi voar baixo naquela pista maravilhosa. Fizemos 430 km em 3h45min.

Paramos para almoçar num restaurante anexo a um posto muito louco de estranho. Comida que nunca havíamos visto pela quantidade e maneira que era servida. Numa determinada prateleira havia um tipo de comida barata. Na outra era comida fria. Tudo frio. Na outra, comida mais requintada e mais cara. E era servida separada em potes de tapué. A menina do caixa olhava para o que você tinha e dava o preço estimado. Uma loucura.

Fomos para dentro da churrascaria que tinha ar condicionado. Kadim ligou para Janaina do telefone publico. Depois do almoço, continuamos tocando forte.

Acabou a gasolina do oliveira porque ele quis nos acompanhar. Estávamos fazendo uma ligeira corrida de arrancada para espantar o sono e ele insistia em nos acompanhar quando enrolávamos o cabo.

Anoiteceu e Oliveira insistiu em continuar. Resolvemos tocar e vermos como estava a pista à nossa frente. Até eu estava gostando... e fomos na média de 120 por hora até chegarmos a Foz do Iguaçu, às 10h18min. Achamos a concessionária Suzuki e um hotel praticamente ao lado dela.

Ficamos no Ilha de Capri Hotel, por sinal um dos melhores, com muito espaço e barato. 120 reais para um triplo.

Comentários (0)

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Caracteres
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia