Qual a melhor gasolina para moto

Volta e meia escutamos esta dúvida, pois atualmente as opções são tantas que realmente confundem o consumidor. "Uso sempre a premium!", diz um. "Eu só uso a comum!", diz outro. E assim vai por todas as marcas e tipos de gasolina disponíveis. Conversando com os amigos, às vezes surgem até receitas milagrosas: "mistura 50% dessa com 45% da outra, mais 5% de aditivo tal! A moto vai ficar um foguete!". Então, fiz um levantamento das informações sobre as gasolinas da Petrobrás, Ipiranga e Shell, o qual repasso aqui para os amigos.

Tipos de gasolina:

Temos a comum, a aditivada e a premium. A gasolina comum é praticamente igual para todas, pois vem da mesma fonte: Petrobrás. A diferença começa na gasolina aditivada, onde cada distribuidora usa uma receita "secreta" de aditivos. E finalmente a tipo premium é uma gasolina mais forte, de maior potência (veremos isso ali na octanagem). É bom lembrar também que TODAS tem adição de álcool conforme obrigatório por lei aqui no Brasil.

Aditivos:

Basicamente identifiquei dois tipos de aditivo: os xampus limpantes, que limpam os resíduos da explosão, descarbonizando velas e válvulas. Deixam as "artérias do coração" da moto limpas!. E há os redutores de atrito, que são os aditivos que dão um jeito para que o cilindro/pistão escorreguem melhor. E redução de atrito significa melhor rendimento do motor, menor consumo! Agora, tem que prestar atenção pois nem toda aditivada tem os dois aditivos. Comparando as marcas, a maioria das aditivadas oferece apenas o xampu limpante.

Octanagem:

Uma palavra bem complicadinha de explicar. Octana é uma medida da resistência à detonação. Ou seja, quanto a gasolina agüenta de pressão antes de explodir. As nossas gasolinas já foram mais fracas, mas atualmente as informações dizem que não devem nada ao resto do mundo. No Brasil estão disponíveis gasolinas com 87 octanas (comum e aditivada), e as premium de 91 a 96 octanas. Um dos fabricantes informa que esta de 95 "é a mais forte do mundo!".

Quadro comparativo das gasolinas pesquisadas

Gasolina Octanagem Aditivo Petrobras Shell Ipiranga
Comum 87 Nenhum Comum Comum Original
Super aditivada 87 Xampus limpantes
+ redutores de atrito
Grid V-Power DT Clean
Premium 91 Premium V-Power Racing -
96 - - Octapro
97 Podium - -


*Atualizado em fevereiro/2018

Em todos os distribuidores, as tipo premium foram recomendadas somente para "veículos importados de alta performance". Essa gasolina mostra toda sua força em motores com taxa de compressão acima de 10 pra 1. Assim, utilizá-la em motos "normais" parece ter mais efeito psicológico do que prático. E ainda machuca o bolso, pois é mais cara. Na dúvida, leia o manual da sua moto e procure saber qual a taxa de compressão do motor.

Conclusão:

Se o motor da sua moto não é de alta compressão, como explicado acima, gasolina premium é só pra gastar dinheiro, pois é mais cara, não te traz potência e faz o mesmo trabalho da aditivada. A gasolina aditivada é a melhor escolha, já que muitas vezes tem o mesmo preço da comum e ainda limpa o motor. Comum só em emergências na estrada, e mesmo assim cuidado com a "cara" do posto, pois infelizmente a gasolina adulterada é uma realidade. Controle sempre o consumo a cada abastecimento, pegue o cupom ou nota fiscal e em caso de desvio muito grande em relação ao que está acostumado a ver na sua moto, denuncie para a ANP com vontade!

Última dica: se você está usando a comum há muito tempo, não troque para aditivada rapidamente, sob pena de soltar um monte de sujeira e entupir carburador ou outra parte do circuito de alimentação. Quando for abastecer, coloque 80% de comum e 20% de aditivada, e vá usando. No próximo abastecimento, aumente a dose de aditivada, e vá controlando.

Fonte de pesquisa: sites da Petrobrás, Ipiranga e Shell

Bressan - El Bando Moto Grupo DF/RJ

Comentários (63)

This comment was minimized by the moderator on the site

Caro Flavio Bressan da Luz: reitero, um dos melhores textos sobre combustíveis que já li, continua atual, denomino texto mini-saia, curto, vai direto ao ponto e é persuasivo. ¨Catalizado¨ pelos demais comentários , relembro que os veículos motorizados comercializados no mercado interno obrigatoriamente tem seus padrões configurados para nosso combustível, portando muitas vezes um mesmo motor utilizado no exterior possui diferenças devido ao tipo de combustível disponibilizado em cada país. Lembrem-se, no começo das importações de automotivos do termo ¨tropicalizado¨ que nada mais é do que alterações de projetos e materiais para atender as normas internas de desempenho e durabilidade. Conheço alguns casos de motores importados que se deram mal por aqui devido a inobservância deste importante detalhe.

This comment was minimized by the moderator on the site

Parabéns pelo texto, informações completas e de fácil entendimento, trabalho no setor de combustíveis ha alguns anos e pouco acrescento. O Chumbo Tetraetila ainda é utilizado em gasolinas (verde) de aviação e NÃO é recomendado utilizar em veículos equipados com catalizadores, detona o sistema em poucos minutos, fora juntas e vedações e ligas. Cogita-se a partir de 2014 que toda gasolina devera ser aditivada, infelizmente c/ % de aditivação muito inferior aos produtos comerciais hoje disponibilizados e possivelmente apenas com agentes detergentes e dispersantes, faltando o agente lubrificante (importante) presente somente na Shell VPower. Gasolina muito boa era a Techron, ausente desde a saída da Texaco do mercado. As demais gasolinas aditivadas não foram desenvolvidas via competições e/ou testes de rodagem, são produtos adquiridos da industria química (basf, brasquem) e adicionados em % indicado pelo fabricante. Particularmente dou preferência as aditivadas (VPower)..

This comment was minimized by the moderator on the site

boa dica, eu so vim fazer a pesquisa depois que abasteci minha moto com a gasolina aditivada, o ponteiro de combustivel nao deceu ateagora e faz 3 dias, que abasteci... eu rodo 30 km por dia!

This comment was minimized by the moderator on the site

Prezados,
a gasolina pura tem uma capacidade de explosão por apenas variação de temperatura. Desta forma o movimento do cilindro, que gera uma grande quantidade calor abaca detonando a gasolina antes do faiscamento gerado pelas velas. Isto adianta o processo de detonação e deixa o sistema ineficiente e como cosequência a famosa "batida de pino". Para sincronizar o processo de explosão com o ciclo do motor, foi usado durante algum tempo o chumbo que tem a característica de atrasar esta explosão, por ser um elemento antidetonante na mistura. No entanto, diante do advento dos problemas ecológicos, o chumbo foi banido por ser altamento tóxico ao meio ambiente. Desta forma houve necessidade de se acrescentar algum outro elemento antidetonante e que possa estabilizar a gasolina. Esta função foi então dada ao alcóol, que term esta capacidade. Hoje praticamente todos os paises do mundo usam o alcool para esta função ou algum outro elemento sintético em seu lugar. Assim, podemos concluir que a gasolina PURA não é adequanda a nenhum motor de explosão.

This comment was minimized by the moderator on the site

grato pela informação, foi de grande ajuda.Obrigado

This comment was minimized by the moderator on the site

Amigo!se eu retirar o alcool da gasolina aditiva,por processo de decantação,estou retirando tambem o aditivo ou somente o alcool e as impuresas.pois faço este processo em retirar o alcool,e uso esta gasolina pura em minha roçadeira e ja fazem 03anos e a mesma nunca deu qualquer problema.(Motor 02 tempos sthill.)Obrigado.

This comment was minimized by the moderator on the site

Caro Edison, sua pergunta superou meu conhecimento sobre o assunto. Talvez apareça aqui outra pessoa que possa te responder.

This comment was minimized by the moderator on the site

posso usar gasolina pura,sem alcool em minha moto a carburação.Crypton 115.Obrigado.

This comment was minimized by the moderator on the site

Edison, pode colocar sim. Quem mora perto de fronteira ou viaja para outros países, abastece com gasolina pura sem problemas.

This comment was minimized by the moderator on the site

Valeu pela dica Romulo!Obrigado e abraço.

This comment was minimized by the moderator on the site

Parabéns.
Finalmente uma explicação demonstrada num quadro com simplicidade e tira todas as dúvidas.

This comment was minimized by the moderator on the site

A Honda escreve no manual do proprietario pra nao usar gasolina com adativos alguns. Uso comun C. O problema de gasolina no Brasil e' principalmente no etanol, pois e' hidroscopico, gasta as peças, e rende menos km / litro que gasolina pura. Problema potitico.

This comment was minimized by the moderator on the site

O que eu sempre soube é que para motos injetadas, gasolina comum. Para carburadas, aditivada. Isso em motores com taxa de compressão abaixo de 10:1.

This comment was minimized by the moderator on the site

MUITO BOM OS COMENTÁRIOS, ACABEI DE TIRAR TODAS AS DUVIDAS QUE TINHA NO USO DA GASOLINA.OBRIGADA

This comment was minimized by the moderator on the site

Comprei uma Transalp e anteriormente tinha uma XRE300, nos manuais das duas a recomendação é de utilizar sempre gasolina comum.

This comment was minimized by the moderator on the site

Cara. abastece de Podium que é o melhor que faz para seu motor, se for menos de 0,60 a diferença pode por sem dó.
Se não der, coloca adtivada, se não der, coloca comum.
Lembrando que não existe essas gasolinas premium ai, Tipo A Premium, Premium V-Power, Original Premium, etc. É muito raro, pra não falar impossivel achar um posto que vende dessas gasolinas, ou poe podium ou poe aditivada normal.

This comment was minimized by the moderator on the site

Excelente materia. Obrigado Bressan e Romulo.
Me ajudou muito pois essa sempre foi uma duvida para mim. Tenho uma Street nova, mas tambem tenho uma Fat Bou mais antiga. De agora em dainte somente aditivada nas possantes!
abs,
Jucelino.

This comment was minimized by the moderator on the site

Valeu pela dica. Tenho uma FatBoy e uso somente aditivada.

This comment was minimized by the moderator on the site

Estive recentemente viajando pelos EEUU, em em uma Ultra (motor 103), usando sempre gasolina de 91 ou 95 octanas (como a nossa premium). A moto de lá tem o tanque com a mesma capacidade, 5 galões (19 litros). No entanto há uma diferença absurda de consumo, pois lá eu conseguia mais de 22 Kms/l e aqui a minha moto, uma Heritage (motor 96) nunca chegou a 17 Kms/l (ambas andando em estradas). Será que é só pela diferença do percentual de mistrua do etanol ? Nos EEUU usam entre 10% e 15% e no Brasil entre 18% e 26%.

This comment was minimized by the moderator on the site

Hegler, minha Heritage 2009 (motor 96) fazia 21 até Eu trocar o escape e o filtro, aí ela baixou pra uns 18-19. Agora coloquei um RedLine, mas ainda não pude ver direito o consumo atualizado porque tenho rodado pouco...
Estava começando a usar só a Podium, mas agora vejo que parece ser besteira, notei mesmo ZERO de aumento de potência!

This comment was minimized by the moderator on the site

Hegler, tem certeza que nos USA eles usam este percentual de etanol?
Observe que além da qualidade do combustível, as condições das estradas, a forma de pilotar, a quantidade de curvas, paradas, acelerações, etc. também interferem no consumo.
Nas viagens que fiz para fora do Brasil, Europa ou América do Sul, sempre observei consumo menor na moto que aqui.
Talvez o Bressan também possa dar a opinião dele.
Abraços

This comment was minimized by the moderator on the site

Até a altitude influencia. Pra comparar com metodologia, teriamos que analisar o consumo da mesma moto nos dois ambientes. Nas minhas viagens no exterior, rodei com moto alugada e não me preocupei com o consumo. Mas gostei da idéia para a próxima viagem, que se Deus permitir, será nos EUA.

This comment was minimized by the moderator on the site

Até abril deste ano era obrigado o uso de 10% de etanol de milho e a partir de abril, o governo permitiu o acréscimo de mais 5%.
Uma outra coisa. Até um tempo atrás usavam o chumbo na gasolina comum para estabilizá-la, todavia devido a questões ecológicas, retiraram o chumbo. O etanol usado hoje tem a função de estabilizar a gasolina, além de melhorar o nível de poluentes emitidos. Como a gasolina alta octanagem (premium) é bastante estável, o etanol neste serve apenas nas questões ecológicas.

This comment was minimized by the moderator on the site

:roll: Gostei muito, Rômulo. Sempre tive alguma dúvida sobre as gasolinas. Agora está esclarecido. Obrigado.
Aproveitando o gancho, estou pretendendo trocar as ponteira originais da minha RK. Necessariamente, teria que colocar um filtro original por um esportivo?
Grande abraço.

This comment was minimized by the moderator on the site

Oi Cláudio,
Não é obrigatório, não vai causar nenhum dano ao motor, o ronco vai ficar mais bonito, mas você deve estar ciente que a ponteira vai abrir a saída e o filtro vai restringir a entrada de ar, o que limita os benefícios que os acessórios esportivos proporcionam à moto. Eu rodei um bom tempo com uma moto assim, com ponteira esportiva e filtro comum. Aumentou um pouco a performance e o consumo, mas só alcançou a potência total quando troquei o filtro também.
Abraços

This comment was minimized by the moderator on the site

Fala Rominho,
Então quer dizer que a história de que os xampus contidos nas aditivadas soltam a sujeira mandando toda ela para as engrenagens consequentemente causando danos ao motor é mito?
E o qual seria uma medida de compressão acima de 10x1? De que tipo de moto estaríamos falando aqui? Pergunto isso pq a unica moto atual da H-D, por exemplo, com relação de compressão acima de 10:1 são as V-Rod. Isso quer dizer que em nenhuma outra vale a pena usar a Podium?
Obrigado e parabens pela materia, muito relevante!

This comment was minimized by the moderator on the site

a minha xr1200x tem 10.3, e com podium fica nervosa!

This comment was minimized by the moderator on the site

Lima, não é mito e está citado no texto, na última frase. Quem usa gasolina comum durante muito tempo, ao passar para aditivada deve ir gradativamente.

This comment was minimized by the moderator on the site

Em tempo: pergunto isso pq a unica moto atual da H-D, por exemplo, com relação de compressão acima de 10:1 são as V-Rod.

This comment was minimized by the moderator on the site

Caro Romulo ,especificamente para o meu caso que tenho uma intruder 1500 da suzuki ,qual a gasolina que voce me indica ?

This comment was minimized by the moderator on the site

Não existe gasolina espcífica para a sua moto, se a taxa de compressão do motor da moto for acima de 10:1 vc terá algum benefício usando a premium. Se não, como diz no texto vc decide entre a aditivada ou a comum, cada uma com suas características.

This comment was minimized by the moderator on the site

É isto mesmo que o Bruno escreveu, Willian.O Bressan, que é o autor do texto, talvez possa te dar alguma indicação adicional, ele tem uma LC 1500.
Abraços

This comment was minimized by the moderator on the site

Amigo Romulo !
Muito bom e simples esta materia.
Sobre a troca da correia dentada , tem alguma dica ou é só seguir o manual , Dyna Super Glide.
att / Eric

This comment was minimized by the moderator on the site

Oi Eric, qual sua dúvida quanto à troca da correia dentada? Se não me engano, a Harley recomenda apenas verificar periodicamente a tensão dela, e a troca deve ser acima de 100 mil milhas, se necessário.
Abraços

This comment was minimized by the moderator on the site

Prezado Rômulo,
obrigado pelas valiosas dicas. Na verdade, desde que comprei minha Harley vinha usando somente a PODIUM, até mesmo por conselhos de Harleyros "mais experientes". Mas, depois de algum tempo, após ler sobre o assunto e comparar testemunhos em diversos foruns, passei a usar a comum mesmo e não senti diferença alguma no que se diz respeito a redução de performance ou aumento no consumo.
Abraços,
TARCISIO (PHD tarcisão)

This comment was minimized by the moderator on the site

Valeu, Tarcísio. Observe que este artigo não foi escrito por mim, foi pelo Bressan, experiente motociclista de Brasília.
Abraços

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Caracteres
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia