• Antes de viajar calibre adequadamente os pneus de sua motocicleta. Na utilização urbana, faça o mesmo no mínimo semanalmente.
  • Verifique se a quilometragem da troca do óleo não vai "passar" durante a viagem. Se for o caso troque o óleo antes de pegar a estrada. No caso de a viajem ter uma distância a ser percorrida maior que a quilometragem programada de substituição do óleo se programe para efetuar tal troca durante a viagem.

Você está numa super viagem de moto, sozinho ou com sua esposa na garupa, passa por uma paisagem maravilhosa e resolve parar para tirar "a" foto da viagem. Nem bem diminuiu a velocidade já vai pensando qual o melhor ângulo, qual ajuste vai usar na câmera e como a foto será admirada pelos amigos. Daí esquece de planejar a parada, não vê um ressalto, uma pedra, descuida do descanso e lá vai a moto para o chão.

Em uma viagem longa de moto, o cansaço normalmente começa a aparecer depois de algumas poucas horas. Esse cansaço, além de causar desgaste físico, também afeta algumas regiões do cérebro responsáveis pela atenção e pelos reflexos, aumentando exponencialmente a possibilidade de um acidente.

É tentador fazer uma viagem pela Europa utilizando os famosos trens de alta velocidade, ou trem-bala. Eles percorrem longas distâncias em baixíssimo tempo, tem muito conforto, o custo não é assim tão alto, não tem burocracia, vão a quase todos os países. Em agosto de 2010 eu fiz uma viagem num TGV Francês e realmente é emocionante, principalmente para nós brasileiros que não temos por aqui este tipo de transporte tão eficiente.

Quando se pensa em longas viagens de moto uma das primeiras preocupações é com os custos de hospedagem, que podem chegar a um valor significativo dependendo das exigências do viajante. Em alguns casos, acredito que este item pode inclusive inviabilizar a viagem caso o custo seja muito elevado.

Se você tiver que deixar sua moto parada por meses ou até anos seguidos sem funcionar, quais os riscos para os componentes da moto? O que fazer para minimizar eventuais problemas que podem ocorrer nessa situação? Confira alguns cuidados que devem ser tomados para, na volta, não encontrá-la com danos permanentes.

Segundo a Wikipédia: balaclava é um gorro confeccionado normalmente com malha de lã (misturada com tecidos elásticos) que se veste de forma ajustada na cabeça até o pescoço. Sua função tradicional é a proteção contra o frio.

Outro documento que gera muita dúvida para quem pretende fazer uma viagem de moto em outros países é a Carteira Nacional de Habilitação - CNH. Afinal, o que vale lá fora? Minha carteira de motorista vale no exterior? E nos Estados Unidos e Europa? A Permissão Internacional para Dirigir - PID é obrigatória ou pode transitar usando só a CNH? Como tirar? Para resumir o que entendemos, recomendamos que você leve ambos documentos: a PID e a CNH. Vamos tentar explicar o por quê.

Durante o planejamento de uma viagem de moto pelos países do Mercosul - Argentina, Paraguai, Uruguai e Brasil o motociclista sempre se depara com a informação da obrigatoriedade de porte de um tal Seguro Carta Verde. Mas o que é isto? Porque é exigido? Quanto custa? Abaixo, algumas informações sobre este seguro para responder estas perguntas.

Ver mais artigos

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia