Viagem de moto pela Argentina

Bahia Blanca é uma grande cidade e capital de uma das províncias argentinas. Tivemos dificuldades para sair do hotel. Todos queriam conversar conosco, tirar fotos, saber sobre a viagem... só faltou mesmo a televisão vir nos entrevistar.

Parecia um acontecimento: paravam adultos, idosos e crianças, todos encantados com as motos.

Partimos em direção à Patagônia argentina com muito receio em relação ao frio. Na localidade de Choele Choel, ao pararmos para abastecimento, fomos abordados por Daniel Simoneta, um dos organizadores do encontro de moto daquela localidade que se iniciaria no dia seguinte. Insistiu muito para participarmos, porém agradecemos e conseguimos partir. Passava das 16 horas e teríamos que rodar pelo menos 200 km para atingir o objetivo deste dia, Neuquén.

Após rodarmos uns cinco minutos, senti a corrente da minha moto se soltando. Achei pelo barulho que havia arrebentado, porém somente soltou-se. Nosso "Anjo da Guarda" Sérgio imediatamente retornou e logo nós estávamos novamente na estrada. A corrente que era nova (tinha comprado para a viagem), após rodar somente cinco mil quilômetros, já estava totalmente estendida.

Seguimos por paisagens semidesérticas, com vento intenso que jogava muita poeira sobre a estrada, tornando a viagem bem perigosa e cansativa.

Após passarmos uma localidade chamada Villa Regina, nova mudança na paisagem. Diversas falésias se formavam em contraste com o deserto, com tons de marrom.

Houve nova mudança na paisagem quando nos aproximamos de Neuquén. Diversas plantações de pera, cereja e pés de eucalipto esverdeavam este novo cenário. Os eucaliptos tem a finalidade de ceder troncos para serem utilizados de suporte às macieiras, buscando aumento na produtividade em sua produção.

Chegando a Neuquén, uma surpresa. Durante todo o percurso passamos por muito frio, mas naquela cidade houve uma mudança brusca na temperatura. Já passava das 19 horas e um calor intenso acontecia em plena Patagônia argentina.

Hospedamo-nos em hotel de beira da estrada e saímos para comer e tomar uma cerveja bem gelada, usando bermuda e sandálias havaianas.

Comentários (0)

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Caracteres
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização