Bahia Blanca é uma grande cidade e capital de uma das províncias argentinas. Tivemos dificuldades para sair do hotel. Todos queriam conversar conosco, tirar fotos, saber sobre a viagem... só faltou mesmo a televisão vir nos entrevistar.

Partimos para o Parque Nacional Nahuel Huapi cedo. Com seu acesso a 37 quilômetros de Bariloche, a partir da localidade de Villa Mascardi, existem 3 opções de passeio. Decidimos inicialmente seguir o passeio que passa pelas margens do Lago Steffen, que nos levaria bem próximos à fronteira com o Chile.

Partimos cedo para ajustes e lavagem das motos. Trocamos a corrente da minha moto, o pneu da moto de Sergio e, ao lavar as motos, a BMW de Marcos Pires simplesmente não funcionou mais, por problemas na parte elétrica.

Passamos pela transportadora para levar os baús da moto de Marcos Pires e partimos para a estrada já quase 10 horas. A manhã estava com uma neblina tão intensa que molhava como se fosse chuva. Aliada a um frio intenso, transformou os primeiros 150 quilômetros em uma viagem gelada.

Sergio e Marcos Pires partiram novamente para a oficina, enquanto nós resolvemos dar umas voltas pelo bairro da Providência. Comércio diversificado, cidade bem cuidada e movimentada, como qualquer grande capital.

Partimos cedo, já que neste dia teríamos pela frente os temidos "Caracoles". Porém, ainda dentro de Viña del Mar, a moto de Sergio apagou em plena estrada. Paramos em um bar enquanto aguardávamos a solução do problema.

Pagina 2 de 3
Ver mais artigos

Mais viagens pela América do Sul

Alemã viaja com uma Royal Enfield pela América do Sul

Da Colômbia ao Brasil, em uma rota de mais de 25 mil quilômetros, passando por quase todos os...

América do Sul em Duas Rodas

Quem já não pensou em largar tudo e aventurar-se pelo mundo afora, desbravando novos horizontes,...

Viagem de moto até a Venezuela

Pilotando uma Yamaha Lander XTZ 250, o paulista Valdemir Janu realizou entre março e abril deste...