15° dia (11/05) sábado Nazca/ Ica

Como o Ruy já conhecia as linhas de Nazca, foi comigo até o aeroporto mas ficou no solo. Paguei o equivalente a USD 80 e fui de monomotor ver as famosas linhas do alto.

Nazca

Realmente é um espetaculo à parte. São milhares de traços e figuras que querem dizer algo para ser visto do espaço e não entendemos, com toda nossa tecnologia, o que queriam dizer e como conseguiram fazer com tanta precisão e extensão.

Nazca

Visitamos o cemitério onde se encontram múmias preservadas por conta da umidade zero local (fotos 3, 4 e 5). Na verdade foi um desafio levar 2 Harley por 14 km (ida e volta) de puro cascalho solto para chegar ao local. No começo foi bastante difícil mas na volta já dominávamos nossas maquinas naquele piso traiçoeiro. Lá colamos o adesivo do PHD na casinha do caixa (foto 6).

Nazca

Nazca

Nazca

Nazca

Depois fomos ver o aqueduto de Cantalloc (Ruy já conhecia), que possui uma série de buracos helicoidais (foto 1) para acesso e inspeção desse canal subterrâneo, feito pelo povo nazca, de água pura que tem muitos quilômetros de extensão e que supõe-se a origem ser lençol freático ou de geleiras e serviam para irrigação de lavouras. Ao lado tem um hotel que não se vê por fora mas pelo belo muro de pedras rústicas e bouganville maravilhoso (foto 2) deve ser 5 estrela$...

Tudo visto e "registrado!" como diz sempre o Ruy, pau nas maquinas em direção a Ica.

Ica

Chegamos à tarde e tínhamos duas opções. À esquerda para a área turística e direita para o centro. Como tradicionalmente no centro os hotéis são mais baratos, rumamos pra lá. Nunca vimos tanta confusão! Era triciclo moto-táxi (tuk-tuk) pra todo lado buzinando sem parar (foto 7) Perguntamos de hotel mais tranquilo e nos informaram Laguna de Huacachina. É um oasis no meio do deserto com ótimos hotéis e restaurantes. Achamos um com bom preço (foto 8) e ficamos por 2 dias. À noite passeio no calçadão em frente à laguna (foto 9) e jantamos super bem num restaurante indicado.

Ica

Ica

Decidimos ficar no dia seguinte, domingo, para conhecer melhor aquele paraíso.

Comentários (6)

This comment was minimized by the moderator on the site

Meus amigos aventureiros, conforme o Fernando pediu, vai um versinho para vocês. "Fernando e Ruy, motociclistas e grandes amigos, lançaram-se em uma aventura, enfrentando todos os perigos, para o Alaska estão indo, corações em um só compasso, vencendo longas distâncias, em seus cavalos de aço". Um grande e sincero abraço à vocês. Que Deus ilumine os seus caminhos, levando-os e trazendo em segurança.

This comment was minimized by the moderator on the site

Grande amigo e poeta Mauricio! Valeu os versos (a falta de concordância no numero é licença poética, viu?)kkkk Como esta o braço? Saludos! Vc e Elaine!

This comment was minimized by the moderator on the site

Muita alegria na viagem.

This comment was minimized by the moderator on the site

Após algumas "pauleras", de vez em quando um oásis para dar um refresco. Grande abraço e estamos por aqui, literalmente sorvendo os relatos de voces. Hoje, fomos lá na BH Harley para o lançamento do livro do Rômulo Provetti. Esta viajem de voces vai render um também, né? Grande abraço e sigam com Deus!

This comment was minimized by the moderator on the site

Amei os "registros" !!! Fico cada vez mais fascinada com essa viagem épica. Continuem bem e iluminados !!! :lol: Bjo da prima.

This comment was minimized by the moderator on the site

Querida prima, sua torcida é uma força pra nós. Não deixe de nos acompanhar, viu? No próximo dia vai ter umas "aventuras"... Não pode perder! Bjm

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Caracteres
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia