52° dia - 17/06/13 - 2a. feira - Las Vegas/ Tehachapi (EUA) 241milhas/ 386km.

Mapa dia 52

Depois de um café básico do hotel, fomos dar adeus a Las Vegas em grande estilo: passando com nossas próprias motos ("made" - ou montadas - in Brasil e vindas de BH com muito orgulho, diga-se...) na Strip (Las Vegas Boulevard), entre aqueles hotéis 6 estrelas e seus cassinos.

Mais deserto, mais calor e mais asfalto perfeito para uma boa e segura viagem. Nunca deixamos de nos impressionar com a organização e a capacidade de planejar dos americanos. Apesar de já ter guiado muitas vezes aqui, ainda me surpreendo, principalmente depois de termos rodado alguns milhares de km por paises da America do Sul e Central. É inegável o contraste. Pode-se andar a 120km/h o tempo todo sem parar. Rodamos milhares de km, atravessamos cidades e mais cidades sem um único quebra-molas, sem passar por dentro de nenhuma delas e ter que avisar gritando: PERRO! (cachorro em espanhol). Só por viadutos e contornos bem planejados.
Chegamos em Tehachapi, onde moram os amigos do Ruy, Fred e Carol, para uma visita já programada e esperada desde o Brasil.

Ficamos no hotel La Quinta, muito bom.

A cidade, com 14.414 habitantes (censo de 2010), cujo nome significa "escalada difícil" na lingua indígena, teve seu começo nos anos 1860 e em 21 de julho de 1952 foi devastada por um terremoto de magnitude 7.5 (escala Richter).

Foi interessante sair do deserto escaldante, subir poucos quilômetros de uma pequena serra e mudar tão radicalmente a paisagem e temperatura. Muitas arvores, montanhas e um visual que me lembrou muito a Suíça.

A casa aconchegante tem lareira e foi reformada pelo casal com muito bom gosto. A Suzy veio nos dar as boas vindas abanando o rabo e pedindo carinho. Como adoro cachorros ficamos logo amigos.

O jantar num restaurante mexicano excelente lá perto, encerrou uma noite super agradável.

Já no caminho de volta ao hotel, de moto, deu para sentir o frio que nos espera...