Dia 127 dia 31 agosto 2013 Sábado de Purmamarca-Argentina a Pampa del Inferno-Argentina

Sai do hotel umas 8:30 h sai da cidade em direção a Cidade de Jujuy, e num certo momento fui alcançado pelo comboio de Presidente Prudente. Me juntei a eles e segui com eles até Jujuy para abastecimento. Me contaram que também dormiram em Purmamarca e que somente um deles, o Gaúcho Cesar, seguira para dormir provavelmente em Jujuy. Comentamos sobre a aventura de atravessar os Andes ontem naquele horário. Dava para perceber o orgulho que cada um sentia pelo fato.

Eles seguiram em frente e eu decidi dar uma chegada no centro da cidade para fazer câmbio e tomar um reforçado café da manhã. Como estava já muito calor troquei as roupas de frio (cordura) por roupas mais leves. Que alívio.

Voltei para a estrada, que por ser muito boa e plana se torna monótona, provocando uma sonolência difícil de controlar. O jeito foi parar de tempo em tempo, beber ou comer algo, fazer uns alongamentos e seguir. Eu sabia que o grupo de Presidente Prudente iria dormir em Pampa del Inferno, mas quando escureceu eu ainda estava longe de lá. Como a noite estava boa e a estrada perfeita, resolvi segui ate lá mesmo a noite.

A cidade não é pequena mas la chegando procurei por um hotel que tivesse um bom estacionamento pois sei que este e um critério de motociclistas para escolha de hoteis, e assim eu poderia encontra-los. Não deu outra. Assim que cheguei no hotel, já percebi que lá estavam. Me convidaram para jantar numa Pizzaria por perto e foi muito divertido. Peguei carona no bom humor do grupo.Eles se conhecem faz muito tempo e relembraram muitas histórias engraçadas. Me convidaram para seguir com eles no dia seguinte até Foz do Iguaçu e eu aceitei.

Redator Ruy Barbosa.