143° dia - 16/09/13 - 2a. feira - Puerto San Julián (Argentina)/ Cerro Sombrero (Chile) 710km.

Estreito de MagalhãesComo tinha chegado ontem à noite, fui conhecer a cidade e o porto (fotos 4/5/6) de manhã antes de pegar estrada, só que a moto estava congelada... (fotos 1/2/3).

Na travessia do Estreito de Magalhães, fiquei conhecendo o casal super legal Juan Ruben, ele chileno e ela brasileira (fotos 7/8).

Fiquei emocionado ao cruzar o estreito de Magalhães (fotos 9/10). Repleto de referências históricas, é uma passagem navegável de aproximadamente 600 km e situa-se entre o continente a norte, a Terra do Fogo e cabo Horn a sul. Este estreito é a maior e mais importante passagem natural entre os oceanos Atlântico e Pacífico.

O navegador português Fernão de Magalhães foi o primeiro europeu a navegar pelo estreito, em 1520, durante sua viagem de circum-navegação. Como Magalhães entrou no estreito dia 1 de novembro, foi chamado inicialmente de estreito de Todos os Santos.

O Chile tomou posse do estreito em 23 de março de 1843, e em 1881 o território foi dividido entre a Argentina e o Chile.
O estreito ainda é conhecido pela dificuldade de navegação, devido ao clima hostil e à sua pequena largura. Mesmo assim, antes da criação do Canal do Panamá, o estreito de Magalhães era a única passagem utilizada para atravessar do Atlântico ao Pacífico, evitando assim o tempestuoso cabo Horn.

O estreito foi atravessado, entre outros, por Francis Drake e Charles Darwin. Os caçadores de ouro, durante a corrida do ouro na Califórnia, em 1849, também usaram essa rota.

Meio perdido (o Chile tem péssima sinalização) num cruzamento, vi um motociclista que achei que fosse chileno. Parei pra perguntar o caminho e, para minha surpresa, era brasileiro. Zé Fagundes, seu nome, estava voltando do Ushuaia sozinho e como era tarde para os dois, resolvemos ficar em Cerro Sombrero mesmo e seguir caminho amanhã. Ficamos num hostel e compramos uns sanduíches pra lanchar lá mesmo. Ficamos papeando e ele é um cara surpreendente e boa praça pra caramba. Já fez o caminho de Santiago 8 vezes e tem toda uma filosofia de vida interessante.

Chile.jpg Chile.jpg Chile.jpg Chile.jpg Chile.jpg Chile.jpg Chile.jpg Chile.jpg

Comentários (0)

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Caracteres
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia