150° dia - 23/09/13 - 2a. feira - Rio Colorado/ Gal. Villegas (Argentina) 650km.

Gal VillegasDia 150! São 5 meses na estrada! Nem eu acredito!... Deixem-me ver: 150 divididos por 30 igual a 5! É...Tá certo! 5 meses!...

O acumulado no hodômetro está em 53.300km!

Saí mais cedo (ou menos tarde...) e ainda tá frio pra caramba! Gela tuuudo! (quase tudo...) apesar do céu azul sem uma nuvem (foto do dia saindo do hotel). Hoje promete paisagens soberbas. Assuntei qual o melhor trajeto na direção de Rosario e indicaram via Santa Rosa que é mais tranquilo, menos movimento de caminhões e carros.

Foi interessante porque o acostamento era todo de grama, mas os pássaros ficavam (perigosamente) ciscando perto dos carros. Enfim mais bucólico...

Em toda a Argentina o problema sempre foi os carros me ultrapassando. A maioria dos motoristas tem o mau hábito de colar na traseira e ultrapassar "meiando" a pista da moto desnecessariamente. Ontem teve um que passou a 2 palmos de mim. Se estou a 100km/h chegam a me passar a mais 100! Mas tenho um truque: quando percebo que vêm colando muito, sei que vão passar muito próximo então coloco o braço esquerdo bem pra fora e sinalizo gentilmente para ser ultrapassado. Eles se afastam, passam bem pela esquerda, na pista contrária e ainda me agradecem... Tem dado certo.

Outra observação é que nunca vi tanto bichinho morto na estrada. Passarinhos, lebres, tatu (ontem vi um atravessando a pista), raposas (vi também), etc... Nos EUA e Canadá não vi nenhum atropelado e a vida selvagem lá é mais expressiva... Não sei, não vi, mas acho que há uma certa intenção dos motoristas em não desviar desses bichinhos. Pena...

Mas sou um sujeito de sorte. O dia hoje ficou sem uma nuvem quase o tempo todo. Quando foi por volta das 18h vi uma nuvem negra de chuva pesada. Essa não tinha jeito de desviar. Só que ela estava se afastando e só peguei asfalto molhado até quase o posto YPF para abastecer. Por uns 5km peguei chuva fina. Aí resolvi parar. Assuntei no posto e informaram haver uma Parrilla, ops! digo um hotel ao lado... O senhor Antonini, dono do hotel e muito simpático, já de bastante idade, mas continua trabalhando direto mesmo com certa dificuldade de visão. Os novos amigos, hóspedes frequentes, posaram para fotos também.

Um banho quente depois de um dia gelado de viagem não tem preço. Banhamos o corpo mas lavamos a alma...

Ao lado tem uma Parrilla e posso matar o que me mata... Ué... Agora minha garupa está pesada... Ah! Tá todo mundo de carona nela, né?

Aproveito o WiFi e releio as mensagens. Não resisto e meu ego pede pra (re)publicar as mensagens do PHD Yamada:

"PHD Yamada 18-09-2013 09:46
Inacreditavelmente SENSACIONAL!! Um feito memorável e certamente raro! Ainda mais sendo de alguém que foi chamado de ultima hora. Segundo informação do seu companheiro Ruy, a historia foi resumidamente assim: Perguntou o Ruy já muito próximo da viagem: e ai, vamos ao Alaska? Resp: Vamos!
Você é um PHD, FC, ÁGUIA DE AÇO, mas além de tudo isso, acho você um FUDIDAÇO!!!! Quero em breve poder conhece-lo."

"PHD Yamada 20-09-2013 17:56
Cara...você é um FUDIDAÇO!! O melhor, faz sorrindo o que muitos fazem demonstrando um enorme sacrifício e sofrimento! Grande, memorável e inesquecível!! Parabéns messssssmo! Se no retorno for passar por São Paulo...por favor....entre em contato!"

Kkkk! Yamada, isso (leia-se: você) não tem preço! E comemoro sozinho os 5 meses de estrada com suas mensagens e um bom malbec!

Abs!

Gal Villegas Gal Villegas Gal Villegas Gal Villegas Gal Villegas