Viagem de moto até o Chile – Deserto do Atacama

Acordamos às 6 horas, arrumamos as muambas e partimos rumo a Uruguaiana. Logo na saída de Santa Fé, a policia Argentina nos parou. Era a primeira vez que éramos por policiais durante a viagem. Mostramos os documentos, pediram a carta verde e eu fiquei nervosa, pois achei que já estava vencida, mas não, ela era valida até aquele dia. Vamos sair rápido da Argentina!!! rsrsrsr.

Paramos em um posto de combustível e o Anesio mexeu na correia por causa do barulho, mas não adiantou muito. Um argentino baixinho, que estava vendo o triciclo, encheu o dedo de graxa e passou na correia dizendo que faltava grafite - "Falta grafite" ele repetia. Rimos muito, pois ele achou que tinha resolvido o problema.

Na região de Entre Rios fomos parados pela policia Argentina novamente. Documentos revisados, carta verde, tudo certo e nada de propina, ufa!!

O dia estava muito quente e o sol não deu trégua. Paramos em um posto de combustível, onde comemos uns sanduíches congelados horríveis, que foram aquecidos, mas ainda continuavam congelados, rsrrssr. Que dificuldade de comer nessa terra.

Ficamos espantados ao ver a quantidade de crianças guiando motos, motociclistas sem capacetes, várias pessoas na mesma moto, um verdadeiro caos.

Chegamos a Pasos de Los Libres, nos apresentamos na aduana Argentina e tudo certo. Chegamos à aduana Brasileira e nem precisamos sair dos veículos. As duas mulheres que estavam sentadas na fronteira nem levantaram para nos ver direito

Fiquei feliz em estar no meu país, mas triste em Saber que em nossas fronteiras é tão diferente das demais, pois poderíamos estar com drogas e armas. Enfim, contrabando. Mas tudo bem.

Chegamos a Uruguaiana, felizes pela conquista. Procuramos uma oficina auto elétrica para solucionar o problema do triciclo, que não era grafite, rsrsr.

Triciclo arrumado, ficamos no hotel Elite, simples, mas aconchegante. Preço bom 110,00 por casal. Ficamos todos felizes em comer um delicioso espeto corrido. O Igor falou que estava emocionado. O restaurante teve prejuízo conosco!!

Viagem de moto até o Chile – Deserto do Atacama

Comentários (0)

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Caracteres
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia