O altímetro marca 2.057msnm ao iniciar a jornada do dia, às 9h, com a saída de La Rioja, capital da província de mesmo nome. O sentido será Oeste, via Patquia, pela RN 38. O destino agora é o parque nacional Talampaya, cujo contorno conduziria a Aimogasta, via Sanagasta.

Cedo, a saída de Aimacha del Valle foi para visitar as ruínas de Quilmes, o que implicou rodar 10 km em ripio. Mas valeu a pena. Na estrada fazia frio; no sítio arqueológico, calor. O vento Zonda do deserto do Atacama é quente e forte o suficiente para reduzir a temperatura de regiões do noroeste argentino.

Ao deixar a cidade de Salta, rumo a Tilcara, aproveitam-se as diferentes versões dos Andes. Nesse trecho, a escolha foi seguir pela RN9, sentido El Cármen. É uma estrada sinuosa e com vegetação abundante, denominada "cornisa", com 70 quilômetros, morro acima.

A limitação de tempo restringiu conhecer apenas os Geysers del Tatio, lagoa de Puritamas, ou Putanas (no passado, havia mineradores italianos no local e estes atraiam mulheres para alegrar o ambiente e essas, no verão, banhavam-se na lagoa: daí o nome) e povoados autóctones andinos, como Toconao, onde os pratos principais disponíveis são o locro e espetinho de carne de llama.

Pagina 1 de 2
Ver mais artigos

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia

Mais viagens pela América do Sul

San Bernardino, Paraguai

Uma viagem representa muito mais do que percorrer quilômetros de estrada e chegar a um destino....

Três cinquentões de moto na estrada

Planejamento de trajeto, ferramentas, paradas, com o especial foco no objetivo: celebrar a vida em...

A Expedição Tripartito

A Expedição Tripartito foi realizada no ano de 2012, quando percorremos com nossas motos os...