Viagem de moto pelos 92 Municípios do Rio de Janeiro

Sou Renan Campos, fisioterapeuta. Moro na cidade do Rio de Janeiro e queria compartilhar com vocês uma aventura que fiz com a minha motoca: conhecer todas as cidades do estado do Rio de Janeiro.

Após mais de vinte anos sem andar de moto, resolvi comprar uma motocicleta para curtos passeios. Depois de pensar no modelo e marca, escolhi uma Honda XRE 300.

Viagem de Moto Rio Janeiro

Durante um passeio com meu filho, João Pedro, na casa de um amigo no Município de Mesquita, vi a construção do novo prédio da Prefeitura Municipal, que me chamou atenção. Fotografei e enviei a fotografia para meu amigo o parabenizando pela construção da nova prefeitura em seu Município.

Foto tirada, surgiu um desafio feito pelo meu filho: “Quero ver você fotografar todas as prefeituras do nosso estado. São 92 Municípios, uma prefeitura é fácil, difícil será fotografar todas.” Desafio feito, desafio aceito.

Viagem de Moto Rio Janeiro

Foto que deu início ao desafio!

Assim começou meu “desafio” de percorrer todas as cidades do meu estado, conhecendo cidades magníficas, cidades com histórias peculiares, com jeito único. Na maioria, povos amáveis e gentis, pessoas simples e amigas, em outras encontrei dificuldades em tirar uma simples selfie em frente ao prédio da prefeitura, tendo que explicar o motivo das fotos.

Conheci também cidades que nem pareciam municípios, algumas com prefeituras que nem identificação havia, que deram trabalho de encontrar, pareciam simples casas.

Conheci cidades típica do interior: pacatas, com aparência de tranquilidade e segurança. Porém, conversando com moradores, descobri que em algumas não eram nem tão pacatas e nem tão seguras assim. Em outras, fui instruído pelos locais a relaxar e não me preocupar com meus pertences e nem com a motocicleta.

Viagem de Moto Rio Janeiro

Dica: Sempre converse com os locais para se orientar!

As refeições eram feitas em pequenos restaurantes ou pensões locais. Dei preferência a esses lugares, pois queria sentir o sabor das comidas típicas de cada cidade. Feijoadas, galinhadas, arroz com feijão, hummm delícia! Como a comida e os “preços” são bons no interior!

Alguns dias, conseguia fazer mais de um município devido à proximidade entre eles. Impressionante como há cidades pequenas, com quase nada pra se ver ou fazer. Em compensação, outras cidades precisavam do dia inteiro para conhecer.

Cidades serranas, praianas, industriais, bucólicas e rurais; cidades em que o tempo parecia ter parado. Incrível como há diversidade de povos e culturas dentro de um único estado, separados apenas por alguns quilómetros.

Interessante como você pode assistir ao nascer do sol na praia, almoçar numa pequena cidade do interior e terminar seu dia em frente a uma lareira na serra. Esse é o Rio de Janeiro que conheci na minha “viagem de moto”!

Conforme o desafio ia seguindo, a distância entre as cidades ia aumentando.

Usando como base a capital do Rio, o município de Varre - Sai é o mais distante, cerca de 380 km.

Viagem de Moto Rio Janeiro

Com isso, vi a necessidade de trocar minha XRE 300 por uma máquina mais possante. Sendo assim, minha nova companheira de viagem passou a ser uma Harley-Davidson 1200 custom.

Viagem de Moto Rio Janeiro

1 estado, 92 municípios, mais de 20.000 km rodados. Alguns fins de semana, alguns feriados. 2 anos depois, desafio cumprido! Poderia ter feito em menos tempo? Sim! Porém preferi passear, curtir a viajem, visitar pontos de interesses turísticos; curtir minha máquina, curtir meu passeio, curtir as cidades.

Muitas fotos tiradas, muitos filmes feitos, paisagens magníficas de tirar o folego, estradas vazias, outras com movimento absurdo, motoristas amigos e gentis, outros nem tão amigos. Por horas apreciando a obra prima de Deus refletida na natureza: pássaros, animais, flores, montanhas, mares. As imagens iam enchendo minha mente e minha máquina de fotografia. As fotos serviriam como lembranças de cidades que ficarão para sempre em minha memória.

Viagem de moto Rio de Janeiro

Fiz a “viagem de moto” sozinho e sempre rodando durante o dia. A maior parte em bate-volta, outra parte com pernoite nas cidades mais distantes. Alguns dias de calor, outros de frio e chuva. Sorri, me preocupei, cantei e pensei muito em tudo que estava fazendo e no que poderia fazer.

Não sofri nem um acidente, algumas quedas “parado” (rsrsrs), nenhum pneu furado, muitos sustos, acho que o segredo foi estar ali passeando sempre devagar, sabendo que deveria voltar para casa são e salvo. Valeu cada quilometro percorrido, cada cidade visitada, cada pessoa conhecida, valeu cada asfalto liso, os buracos também valeram, serviram para estar sempre atento ao caminho, não distrair.

Terminei o desafio feito pelo meu filho João Pedro, com uma certeza na cabeça: minhas aventuras estavam só começando!

FICA A DICA!

  • Sempre pilote equipado; (capacete, luva, jaqueta, calça e bota)
  • Leve sempre capa para chuva;
  • Use GPS com mapas Off-line;
  • Leve sempre o dinheiro dos pedágios em bolso de fácil acesso;
  • Mantenha sempre alguém informado sobre a sua localização;
  • Pare sempre em locais seguros como Postos de combustível, postos da Policia Rodoviária, etc.;
  • Leve um reparador de pneus;
  • Não esqueça os documentos (seu e da motoca);
  • Alongamento do corpo a cada 100 ou 200 km;
  • Leve barrinhas de cereais e beba muita água;
  • Nunca tire a atenção da estrada;
  • Volte para casa são e salvo!

Renan, criador do “Renan por aí”

Viagem de Moto Rio Janeiro

Comentários (2)

This comment was minimized by the moderator on the site

Dr° Renan Pessoas aventureiros tem um profundo senso de liberdade. É esse o sentimento que mais os definem! Eles tem um estilo de vida que para muitos pode parecer “loucura”, ou até mesmo um sonho distante.
Parabéns pela viagem de moto!!!

This comment was minimized by the moderator on the site

Parabéns. Homens verdadeiros são os que cumprem a Palavra. Conheço alguns municípios do Rio de Janeiro e fiquei imaginando fazer essa aventura nas Minas Gerais: 853 municípios. Você agora é um Homem Rico, pois tem história e estórias pra contar.

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Caracteres
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia