Viagem de moto pela Europa

Hoje o dia foi fantástico, mas não terminou muito bem. Saímos de Bordeaux, passamos por Bayonne e Biarritz, todas na França, e entramos na Espanha, passando por San Sebastián e chegando a Bilbao, onde pernoitamos. Mas tivemos problemas com o hotel que havíamos reservado ontem pela internet, um Fórmula 1.

Depois que tomamos o café da manhã arrumamos a bagagem e saímos da cidade. Eram aproximadamente 10:30 horas. Estava nublado, e sem o sol o dia ficou bem frio, obrigando usar a 2ª pele sob a jaqueta. Resolvemos pegar uma auto-estrada para acelerar a viagem, pois tínhamos muitos quilômetros pela frente hoje e a intenção era ainda conhecer algumas cidades pelo caminho.

Como as demais a estrada era excelente, asfalto quase que perfeito, muito bem sinalizada, mas diferente das vezes anteriores, esta tinha muitos caminhões, principalmente de Portugal e Espanha. Sinal de que nos aproximávamos da Península Ibérica. A rodovia que utilizávamos agora era umas das principais rotas dos caminhoneiros para chegar a estes países, vindos do norte da Europa.

A primeira cidade foi Bayonne, cidade litorânea, onde encontramos uma igreja do século XIII, em cujo pátio interno era realizada uma feira de produtos artesanais. Vimos ruas com pequenos prédios colados um ao outro, com fachadas coloridas e muitos vasos de flores pelas ruas.

Depois fomos para Biarritz, uma praia badalada do litoral do Atlântico Francês. Aproveitamos para tomar um banho de mar e apreciar a paisagem que era muito bonita. Lembra alguma cidade litorânea brasileira, com alguma sofisticação que só na França é encontrada, até nos guarda-sóis.

Entramos na Espanha, o quinto país visitado na viagem, e achamos muito sem graça porque não tem indicação nenhuma na fronteira de um país para o outro. Nem foto de placa deu para tirar. Passamos por San Sebastián, uma cidade do País Basco (Vasco). Tiramos muitas fotos de lugares interessantes. Jantamos uma Paella a base de mariscos, um prato típico da região.

Eu havia feito a troca da bandeira na moto conforme sempre faço quando mudamos de país. Tirei a da França e coloquei a da Espanha no lugar. Só que enquanto jantávamos passou uma passeata com manifestação contra a Espanha, protestando contra a falta de liberdade e a independência do país Basco. Assim que retornamos à moto eu escondi a bandeira da Espanha.

Interessante por aqui é que eles falam uma língua própria, diferente do espanhol, e todas as placas de trânsito e diversas outras placas tem informações em espanhol e basco, e as palavras são bem estranhas.

Um ponto negativo é quanto ao valor do pedágio na Espanha. Os mais caros até agora.

Pegamos chuva à noite na estrada, diminuindo bem nosso ritmo. Ainda bem que as estradas por aqui são muito boas e confiáveis. Junto com o tempo gasto nas cidades que visitamos, maior que o planejado, nos fez chegar em Bilbao depois das 23:00 horas.

Havíamos feito reserva num hotel pela internet, um Fórmula 1, e foi aí que começou nosso dissabor. Chegamos ao hotel e tinha uma placa informando "saí e retorno em 10 minutos". E várias pessoas impacientes porque já estavam aguardando mais que os 10 minutos anunciado. A recepcionista chegou logo depois, mas tivemos que esperar ela atender todos que chegaram à nossa frente. E ela pediu documentos de todos os hóspedes, anotando dados até das crianças. Pela 1ª vez desde que passei pela alfândega em Paris, tinha que apresentar o passaporte. Em nenhum outro hotel até então me pediram nenhum documento. E o tempo só passando. Quando acabamos de ser atendidos já passava da meia noite. E o preço que estava anunciado na internet não incluía toalha, sabonete e internet. 3,00 Euros a toalha, 5:00 Euros o sabonete e o mesmo valor pela internet. Achamos um absurdo, mas contratamos as toalhas e como tínhamos sabonetes dispensamos. Ficamos sem internet.

Ao chegar ao quarto outra surpresa. Era quarto de fumante, e parecia que alguém havia fumado muito lá dentro com a janela fechada. Outro problema era que tinha uma cama de casal com um travesseiro e o beliche não tinha roupa de cama, nem travesseiro. Eu fui primeiro conversar com a recepcionista e num misto de impaciência e grosseria ela disse que estava certo, que estava nos termos do contrato que constava na internet.

Quase 01:00 hora da madrugada, retornei ao quarto e o Vanildo resolveu ir lá conversar. Não sei como ele conseguiu um travesseiro e um lençol. Acertamos que nunca mais iríamos nos hospedar num Fórmula 1.

Para completar a experiência ruim, tive mais um problema. Para quem não conhece, o Fórmula 1 utiliza um modelo econômico de hospedagem, com quartos pequenos e simples e com banheiros comuns. Tudo muito automatizado e eficiente para quem quer gastar pouco e por isto abre mão de alguns confortos, como o banheiro no quarto e um frigobar. Normalmente os hotéis ficam à beira de estrada e atendem quem está de passagem pela cidade onde se encontram. Depois de todo o stress do check-in, eu fui tomar banho, entrei num banheiro, fechei a porta, liguei o chuveiro e antes de começar a tomar banho a luz se apagou. Me enrolei na toalha, abri a porta e ela se acendeu. Comecei a tomar banho e ela se apagou novamente. Por algum motivo ela estava se desligando após alguns segundos da porta fechada. Tomei o resto do banho no escuro e fui tentar dormir puto.

Vou preparar uma mensagem para encaminhar à Accor, dona da rede, reclamando do tratamento recebido e dos problemas que tivemos. Serviços econômicos não podem significar serviços de baixa qualidade.

Números do dia:

  • Distância percorrida no dia - 346 km
  • Distância percorrida até o dia - 3.553 km

Despesas do dia:

  • Café da manhã em Bordeaux - 4,80
  • Gasolina Bayonne - 20,98 Euros, 14,18 l, 1,48 / l, 294 km, 20,7 km / l
  • Lanche Bayonne - 9,95
  • Pedágio Bayonne - 2,00
  • Pedágio Hendaye Biriatou - 0,90
  • Pedágio Oiartzun - 1,95
  • Jantar em San Sebastian - 20,00
  • Churros em San Sebastian - 2,50
  • Hospedagem Bilbao - 17,90
  • Toalha Bilbao - 3,00

Comentários (0)

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Caracteres
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia