Viagem de moto pela Europa

Depois de um excelente café da manhã, talvez o melhor da viagem até agora, fomos visitar a Cidadela de Carcassonne, uma cidade medieval enorme, que fica em Carcassonne, no sul da França. Depois passamos em alguns vinhedos que ficam à beira da estrada, pela cidade de Béziers e finalmente chegamos ao Mediterrâneo na cidade de Sète. Nos hospedamos num hotel em Nimes.

A Cidadela de Carcassonne realmente impressiona. Sua história remonta o século VI AC, quando se tornou um importante centro comercial. Passou pelas mãos dos romanos, visigodos, sarracenos e cátaros, até ser anexada à França em 1247. "Durante a Idade Média foi defendida por um imponente conjunto de fortificações, sendo circundada por uma dupla linha de muralhas, que ainda hoje pode ser vista, e representa o ápice da engenharia militar do século XIII. O traçado irregular de suas ruas estreitas contrasta com a magnificência das muralhas e do castelo guarnecido por 59 torres e barbacãs, poternas e portas." (Wikipédia).

Demos uma volta pelo interior da Cidadela, mas era muita coisa para ver. Provavelmente seria necessário mais de um dia para visitar tudo, de modo que seguimos nossa programação, indo para a estrada por volta de meio dia.

Na estrada encontramos uma grande quantidade de plantações de uva, usadas na produção de vinho. A região é grande produtora, mas seus vinhos não são reconhecidos como os produzidos em outras regiões da França.

Chegamos em Bèziers mais ou menos às 13:30 horas. O tanque já havia ficado na reserva antes de chegar à cidade, mas decidimos não abastecer na estrada porque os postos das estradas normalmente vendem a gasolina mais cara que na cidade. Eu programei o GPS para nos levar ao primeiro posto mas as gasolina alí era mais cara ainda que na estrada. Programei para o seguinte e ele nos levou para uma praça. Até que abastecemos num terceiro posto.

Almoçamos num restaurante que fica próximo à praça central da cidade. Uma observação é que é muito difícil encontrar comida ruim na França. No geral ficamos satisfeitos com o que nos foi servido até hoje.

Depois fomos até a Cidade de Sète, onde fica um porto onde o Vanildo desembarcou quando veio pela primeira vez à Europa, de carona em um navio, há 15 anos atrás.

Finalmente chegamos em Nimes, uma cidade onde encontramos uma arena construída pelos romanos no século I DC, quando eles dominavam a região. É uma construção impressionante. Pena que já estava fechada para visitação quando estivemos alí.

Depois das visitas aos monumentos da cidade jantamos uma pizza e tomamos cerveja antes de voltar para o hotel para dormir.

Números do dia:

  • Distância percorrida no dia - 248 km
  • Distância percorrida até o dia - 4.453 km

Despesas do dia:

  • Café da manhã em Carcassonne - 5,50
  • Almoço em Bèzier - 16,00
  • Gasolina Bèzier - 20,61 Euros, 15,61 l, 1,32 / l, 304 km, 19,5 km/l
  • Sorvete em Sete - 2,60
  • Chopp em Nimes - 3,00
  • Jantar em Nimes - 17,50
  • Hospedagem em Nimes - 29,75