A aventura, que daremos início, começou comigo nos anos 70, mais precisamente em 1979. Naquele ano, o meu pai comprou uma "poderosa" Honda CB50 (isto mesmo, 50 cc), que dividimos entre três irmãos, as mulheres quase não usavam. Apesar de ser uma pequenina motocicleta,

A nossa programação é andar pouco todos os dias e fazermos uma viagem de baixo custo.

Distância a ser percorrida: 6.100 kms
Número de dias: 16 dias

Amigos, nesta aventura iremos disponibilizar o acesso ao sistema de rastreamento em tempo real existente em minha moto. Para isto, quem tiver interesse em nos acompanhar, acesse o link abaixo com o login e senha :

Nosso primeiro dia de viagem não teve grandes surpresas, exceto alguns pequenos problemas comigo e a Valentina. O primeiro foi que ao ligar o navegador GPS, saindo de BH para Lagoa da Prata, nada funcionou e depois de algumas pesquisas, descobri que o fusível do acendedor de cigarros

A imprevisibilidade é inexorável, quando temos tudo acertado e acreditado como certo ! Por ser uma pessoa que conhece muito bem tudo que envolve a tecnologia GPS ... isto porque trabalho profissionalmente com esta tecnologia e por isto deixei disponível o acesso em tempo real do rastreador instalado na Valentina,

Tenho um amigo que mora em Curitiba, que diz que essa cidade tem somente duas estações: a primeira com chuva e a segunda com muita chuva, ou seja praticamente chove todos os dias do ano. Para não fugir desta verdade, saímos do hotel debaixo de chuva.

Para nós motociclistas, quando mergulhamos em um projeto, precisamos aceitar todos os desafios como possíveis. Mesmo quando tudo foge daquilo que planejamos e os aceitamos simplesmente como uma mudança de projeto. No entanto, quando as coisas saem como desejamos

Infelizmente o acesso à internet aqui no Chuy (Chuy/Uruguay, Chuí/Brasil) , não está fácil. Por este motivo ainda não havia feito o relato de nossa viagem do 5º e 6º dia. Muito bem, fizemos a nossa despedida da cidade de Cristal, onde fomos muitíssimos bem recebidos.

O dia amanheceu debaixo de uma forte chuva e, como havíamos programados passear na Barra del Chuy, tivemos que cancelar o passeio. Ainda na parte da manhã, a chuva parou e resolvemos voltar à nossa programação, porém já não havia mais carro disponível.

Pagina 1 de 2
Ver mais artigos

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia