Viagem de moto Peru

Neste trajeto pretendíamos percorrer aproximadamente 490 km e chegar a Purto Maldonado. Entretanto, após viajarmos cerca de 130 km o tempo começou a mudar, o céu ficou coberto com muitas nuvens e esfriou muito.

Nós estávamos com os trajes de Cordura, mas ao sairmos de Cusco o tempo não estava frio. Então decidimos parar para nos agasalhar melhor e colocarmos roupa de proteção térmica, quando percebemos que começou a nevar alguns poucos flocos de neve. Tínhamos pela frente cerca de 50 km de Cordilheira dos Andes e pensei que podia continuar nevando até chegarmos ao Distrito de Marcapata, onde começaríamos a descer e o clima mudaria para o tropical das florestas Peruanas.

Eu já tinha pesquisado e sabia dos riscos de pilotar na neve, então decidi parar e retornar ao último distrito para pernoitar. Entretanto, o Japonês teimoso queria prosseguir e disse que eram apenas 50 km de cordilheira e que daria tempo de atravessar antes do tempo piorar.

Discutimos, eu decidi voltar e ele prosseguiu. Retornei uns 30 km e parei no distrito de Ocongate, onde encontrei o hotel de um caçador com Wifi, banho quente e café da manhã. Foi um achado. Mas também havia encontrado um quarto na casa de um local por 1/3 do preço. só o quarto.

No hotel do caçador também estavam hospedados alguns americanos que iriam visitar um dos picos nevados próximo dali.

Vendo a foto abaixo, não dava pra imaginar o mal tempo que estava à frente.

Obs.: Na foto acima a moto se encontra sem as bagagens, já que eu havia deixado no hotel e tinha saído no intuito de encontrar algo para comer.