Estou em Apiaí, na barriga da Serpente, quando recebo a mensagem do amigo Karl Berger perguntando: ‘Ivan, você não vai escrever um poema sobre a viagem’? Foi o incentivo que faltava. Bem, Karl, não chega a ser um poema, apenas algumas escrevinhanças para jamais esquecer as experiências vividas, e para inspirar os amigos motociclistas, como você.

Destinos como Pantanal e Amazônia fizeram dessa viagem uma das melhores que já fiz até hoje, cruzando 6 estados do Norte, Centro-Oeste e Sudeste do Brasil, durante 12 dias, rodando um total de quase 7500 km.

Quero relatar para vocês, amigos viajantes, a pequena, porém satisfatória viagem de dois dias até Serra Negra com minha CG Titan 150, que apelidei de Negra Li, acompanhado de minha esposa Kátia, que me faz companhia em 95 por cento das minhas viagens de moto.

Nossa primeira grande viagem de moto foi de Campo Grande (MS) a Brasília (DF), com cerca de 2200 km em 6 dias. Eu (Fernando) e minha esposa Claudia a bordo de uma Yamaha Midnight Star 950.

Também apelidada de Expedição Vento Gelado por este que vos escreve, um velho motociclista sul mato grossense com alguns quilômetros de estradas pelo Brasil e América do Sul, iniciou-se no dia 29 de junho a primeira parte do desafio Chuí a Oiapoque.

Sou iniciante no ramo das viagens de moto e vou deixar aqui meu pequeno passeio pela BR-262, de Vila Velha, no Espírito Santo, para Alto Caparaó, em Minas Gerais. Para iniciar o relato, realizei esta viagem em uma Falcon NX 400, ano 2004. Moto muito conservada e com manutenção em dia.

O objetivo desta viagem de moto foi participar do 11º EBAN - Encontro Nacional do moto clube Bodes do Asfalto, que ocorreria na cidade de Bonito no Mato Grosso do Sul. Foram 5 dias entre estrada e atividades promovidas pela organização do Encontro.

Saí de Planaltina (DF) com a minha Ténéré 250 rumo a Itiquira na Bahia, um vilarejo distante 36 km depois de Santa Rita de Cássia (BA). O objetivo dessa viagem de moto era conhecer algumas das paisagens mais bonitas do nosso país, como a Chapada dos Veadeiros, rio Azuis e a cachoeira Acaba Vidas.

Duas V-Strom, dois amigos e dois dias na estrada. Nesta viagem de moto tínhamos o objetivo de conhecer a cidade histórica de Pilar de Goiás, saindo de Brasília. A ida foi por Niquelândia e a volta por Anápolis, totalizando 900 km.

Passeio tradicional do Clube XT no aniversário de Brasília, a ideia era dar uma volta pelas estradas do Distrito Federal. Neste ano rodamos 340 km no sábado e 200 km no domingo. Por sorte o tempo estava excelente: sem chuva e sem frio. Só muita poeira!

Ver mais artigos

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia

Mais viagens pelo Brasil

Chapada Diamantina com uma Intruder 125

Me chamo Joel Domingos, minha magrela é a Suzuki Intruder 125 e foi nela que eu e minha esposa...

De Terezina a Salvador de FZ6 S

Acabo de adquirir uma Yamaha FZ6 S, azul, ano 2009, com apenas 14 mil kms rodados. Estou...

Parque Estadual do Ibitipoca

Deus reservou aos pássaros as asas, que os permitem voar e alcançar as alturas. Aos homens foi...