Viagem de moto até Brasilia

Nossa primeira grande viagem de moto foi de Campo Grande (MS) a Brasília (DF), com cerca de 2200 km em 6 dias. Eu (Fernando) e minha esposa Claudia a bordo de uma Yamaha Midnight Star 950.

Depois de vários passeios curtos pelo estado, chegou o recesso de meio de ano, em julho. Já estávamos estudando várias opções, incluindo Belo Horizonte, Asunción no Paraguai, Brasília, Cuiabá... aos poucos, o plano foi ganhando forma com o “Projeto Três Capitais”, que iria incluir um triângulo entre Goiânia, Brasília e Belo Horizonte.

Nos últimos dias, decidimos cortar Belo Horizonte: há uma infinidade de passeios no entorno da capital mineira que não poderiam ser feitos às pressas e também sairia muito mais caro. Decidimos que BH ficaria para uma outra oportunidade, para emendarmos com Ouro Preto, Mariana, Brumadinho e seu museu Inhotim... não, não tem jeito! Belo Horizonte MERECE um passeio exclusivo. Riscamos do plano, que passou a contar com Goiânia, Pirenópolis e Brasília.

Já conhecia Brasília a trabalho, mas andar com motorista entre hotel e Congresso não é suficiente para conhecer a cidade. O que nos atrai nos lugares são a história, belezas e seus museus, e Brasília é um verdadeiro museu a céu aberto.

Nosso planejamento foi de 6 dias, sempre percorrendo até 500 km por dia, suficiente para não cansar nem doer o corpo. Nessa viagem constatamos que é possível ir muito além dos 500 km por dia, desde que devidamente equipados, com bom capacete e com bolha na moto.

Dia 1

Saímos de Campo Grande, passamos por Chapadão do Sul, atravessamos a divisa com Goiás e chegamos à tarde à cidade de Jataí. Conhecemos um pouco da cidade e depois fomos dormir.

As estradas entre Camapuã e Paraíso da Águas no Mato Grosso do Sul e no sul do Goiás são péssimas. Aqui valeria a pena estudar um caminho mais longo, mas que nos permitisse viajar com mais tranquilidade.

Dia 2

Saímos de Jataí e chegamos a Goiânia no horário de almoço. Conhecemos a cidade, com destaque para a Feira da Lua e alguns museus. Infelizmente o museu Oscar Niemeyer estava fechado, o que foi uma decepção. Fomos ao Museu do Cerrado, um pouco sem graça, mas valeu a visita.

Viagem de moto Brasilia 01

Dia 3

Saída de Goiânia, com passagem por Pirenópolis e chegada a Brasília no finalzinho da tarde. Como estava de moto custom e com pouco tempo, conhecemos apenas o centro de Pirenópolis, um lindo local histórico, e o museu da motocicleta.

Viagem de moto Brasilia 03

Dia 4 - Curtindo Brasília.

A Capital Federal é um museu a céu aberto. Você se encanta com a quantidade de atrativos. Chegando lá, por coincidência, estava acontecendo o Capital Moto Week, onde demos uma passada no domingo. Museu JK, Catedral de Brasília, Museu Oscar Niemeyer, visita guiada ao Congresso, Lago Paranoá, foram apenas alguns dos locais visitados.

Dia 5

Começa a viagem de volta: saímos de Brasília e pernoitamos em Jataí, dessa vez andando com mais calma.

Viagem de moto Brasilia 02

Dia 6

A viagem do dia foi entre Jataí e Campo Grande, para chegar à nossa casa.

Apesar de visitas superficiais às cidades por onde passamos, foi uma experiência fantástica, não foi cansativo e achamos que até daria para andar mais de 500 km por dia. Infelizmente teve muito lugar legal que não deu pra ir, por causa do pouco tempo. Um deles foi Goiás Velho, que ficava perto do roteiro, mas ficou de fora.

Na viagem seguinte, fizemos quase 800 km de Campo Grande a Cuiabá passando pela Chapada dos Guimarães e também achamos que poderíamos rodar ainda mais. Na próxima viagem estamos planejando um trecho de 900 km em um único dia.

O que percebemos é que pontualidade, estar bem fisicamente e equipado faz a diferença. Ter uma bolha com defletor, roupas e capacete adequado, piloto automático e parando com regularidade são alguns dos cuidados que podem te levar ainda mais longe.

Resumo da viagem:

Roteiro: de Campo Grande a Brasília, com Goiânia e Pirenópolis no caminho.
Distância percorrida: 2200 km
Duração: 6 dias
Piloto e Garupa: Fernando e Cláudia
Moto: Yamaha Midnight Star 950