Por mais de um ano eles planejaram uma viagem de moto até o Deserto do Atacama no Chile, passando pelo Sul do Brasil e Norte da Argentina. E no mês de março deste ano eles realizaram a grande aventura de suas vidas.

Um grupo composto por cinco brasileiros em três motocicletas realizou entre os dias 31 de janeiro e 16 de fevereiro passado uma viagem de Blumenau – SC até o Deserto do Atacama no Chile, passando pela Argentina e atravessando a Cordilheira dos Andes nos Pasos Jama e Libertador.

Durante 17 dias, Seis motociclistas, dois de São Paulo capital (Ricardo - GS1200 e Sérgio - GS1200), um do Rio de Janeiro (Marconde - GS800) e três de Foz do Iguaçu-PR (Odair e Dadiva - GS800 e Alexandre Mitiura - VStrom650), fizeram uma viagem até o Deserto do Atacama no Chile. A viagem ocorreu entre os dias 27/12 a 12/01/15, durante os quais o grupo percorreu 8.300 km, passando pelo norte da argentina e atravessando a Cordilheira dos Andes pelo Paso Jama na ida e Paso San Francisco na volta.

Antes de fazer a minha primeira viagem de moto até o Deserto do Atacama, no norte do Chile, pesquisei na internet notícias e relatos de quem já havia ido até lá, li muitas histórias de viajantes, me encantei com as fotos e filmes incríveis que vi e que me fizeram sonhar em um dia conhecer aquela região ímpar. Quando tive a oportunidade de fazer aquela viagem, em janeiro de 2009, constatei que o Atacama era muito mais do que havia imaginado. A beleza exótica e diferente de tudo que nós brasileiros conhecemos em nosso país e a mística do lugar superaram as minhas expectativas.

Em setembro passado os motociclistas mineiros Jarbas, Guido e Saleque fizeram uma bela viagem de moto de 7843 km para conhecer o Salar de Uyuni na Bolívia e o Deserto do Atacama no Chile.

O motociclista Alexandre Gama, de São Paulo, realizou entre fevereiro e março passado uma viagem de moto solo até Deserto do Atacama no Chile, atravessou a Cordilheira dos Andes no Paso Agua Negra e no Paso Jama para conhecer algumas das mais bonitas e inóspitas paisagens do mundo.

Tudo começou (para variar!!!) em uma mesa de boteco. Definimos simplesmente que íamos! Foi mais de um ano de preparativos e planejamento e o mais difícil foi conciliar o trabalho e a melhor época do ano. Então, escolhemos o mês de outubro, pois, é um mês em que a temperatura é ideal para viajar, com poucas chuvas na região dos pampas e na cordilheira. Outro desafio seria preparar as motos. Resolvi trocar minha Harley-Davidson Dyna por uma Road King.

Saindo de Salvador, na Bahia, os motociclistas baianos Felix e Décio fizeram uma viagem de moto de 14.788 km em 26 dias. Eles foram até o Chile, onde percorreram uma grande extensão da Rodovia PanAmericana e conheceram lugares incríveis, como o Deserto do Atacama e o Vulcão Osorno.

Os motociclistas paulistanos Erick Bocchi e Glauco realizaram no mês de setembro passado uma viagem de moto até no Deserto do Atacama, no Chile, passando pelo Sul do Brasil e pela Argentina. Além de percorrerem a Cordilheira dos Andes e o Deserto do Atacama, o principal destino da viagem, Erick e Glauco fizeram passeios na região de San Pedro de Atacama, onde conheceram Pukara Quitor, Valle de la Luna e Valle de la Muerte, Salar do Atacama, Toconao, Lagoa Chaxa e Vale Jere, Geisers del Tatio e Machuca. Eles também fizeram passeios nas proximidades de Santiago do Chile, onde conheceram o Valle Nevado e o Cerro San Cristobal. Na Argentina eles visitaram os vinhedos de Mendoza.

Caros amigos, realizei um sonho, viajar de moto, subir a Cordilheira dos Andes a 4170 metros de altitude e chegar a San Pedro de Atacama no Chile, a quase 3 mil km de casa.

Comecei a viagem três meses antes, pesquisando a rota e os locais por onde iria passar. Sai de Florianópolis no dia 6 de março de 2013 pilotando uma Honda XRE 300 e meu amigo Ricardo Tavares numa TDM Yamaha 225. Loucos? Não, guerreiros!!!

Pagina 2 de 6
Ver mais artigos

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia