Argentina e Chile compartilham mais de cinco mil quilômetros de fronteira e a Cordilheira dos Andes atua como um limite natural entre aqueles países, com paisagens belíssimas dos dois lados da divisa. Essas belezas naturais e o desejo de aventura atraem motociclistas de todo o mundo, dentre eles, os brasileiros.

No dia 04/02/2013 Eu e Décio, um amigo de Salvador, partimos para dar um "giro" pelo Mercosul a bordo de duas Yamaha XT 1200Z Super Ténéré.

Grupo de motociclistas de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, integrantes do moto grupo Bodes do Asfalto, fez uma viagem por quatro países sul americanos pilotando sete Honda Biz. Durante 16 dias, eles percorreram mais de 5.300 km para atravessar a Cordilheira dos Andes, chegar ao Oceano Pacífico e retornar para casa.

Saí de Salvador no dia 26/1/2013 passando por Montes Claro, São José do Rio Preto, Presidente Prudente e Foz do Iguaçu, por onde entrei na Argentina no dia 02/02/13, passando por Paso de los Libres, Federal, Paraná (Arg), Córdoba e Mendoza. Deixei Mendoza no dia 06/02/13, atravessando a Cordilheira dos Andes.

Os motociclistas paulistas Maurício e Sérgio, fizeram uma viagem até a cidade de Pucón, na região dos lagos, no centro-sul do Chile, onde fica o Vulcão Villarrica, diversas fontes termais, parques, lagos e muitos outros lugares para conhecer.

Um grupo de amigos que, em janeiro de 2012, viajou para assistir à final do Rally Dakar 2012, em Lima/Perú, decidiu fazer outra viagem, para assistir a final da edição 2013, no dia 20/01/2013, em Santiago/Chile. A viagem incluiu o Brasil e três países da América do Sul, Paraguai, Argentina e Chile. O ponto de chegada na ida foi San Pedro de Atacama, cidade que está localizada no Deserto do Atacama.

Dia 1 - 26/12/12 Mogi Guaçu – Foz do Iguaçu 1.100km

Acordei bem cedo, às 3h30 da manhã, e quem disse que consegui dormir? Estava na ansiedade da viagem. Preparei tudo e saí ainda à noite. O tempo estava virando para chuva. Encontrei com o Márcio em Campinas às 5 horas e seguimos viagem.

Entre outubro e novembro do ano passado, três paulistas, o casal Bruno e Cláudia, acompanhados pelo motociclista Miguel, fizeram uma viagem de moto até o Chile para conhecer a Cordilheira dos Andes, o Deserto do Atacama e chegar no Oceano Pacífico.

Dois motociclistas cariocas - Filipe e Galo - e dois paranaenses - Toninho e Gilson - fizeram entre os dias 4 e 25 de novembro passado uma viagem até o Chile, passando pelos Pampas Argentinos, a Cordilheira dos Andes, praias do Oceano Pacífico, Deserto do Atacama, San Pedro de Atacama, salinas, a Cuesta de Lipan, Humahuaca, cataratas do Iguaçu e outros lugares com cenários perfeitos para uma viagem de moto.

Os motociclistas Rodrigo e Richa fizeram entre os dias 14 de novembro e 4 de dezembro uma viagem de São Paulo até o Chile, passando pelo Deserto do Atacama e o Paso Agua Negra, a passagem de fronteira entre a Argentina e o Chile com a maior altitude, a 4.780 metros acima do nível do mar.

Pagina 3 de 6
Ver mais artigos

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia