Foi dia de visitar as famosas vinícolas de Mendoza, fazer provas de vinhos e ver a sua produção. Visitei duas vinícolas e uma fábrica de azeite. Fui também visitar a cordilheira dos Andes.

Na parte da manhã fui visitar o cerro de la Gloria, onde partilhei com uns motociclistas argentinos, os meus dois amigos com o mesmo nome, Ivan Pizarro!

Na parte da tarde fiz uma cavalgada pela cordilheira, que terminou com um bom assado argentino e o tradicional vinho malbec!

O Nicolas fez questão de me oferecer uma camisa do Independiente Rivadavia Mendoza de recordação, antes de eu ir embora.

No dia seguinte pela manhã seria a parte mais difícil, que era seguir em direção a Santiago no Chile, pelo Paso Los Libertadores, onde se atravessa a cordilheira dos Andes, com temperaturas negativas.