Viagem de moto pela América do Sul

Foi dia de visitar as minas de Potosí! Foram as maiores minas de prata e de outros minerais do mundo. Morreram mais de 8 milhões de pessoas nestas minas desde o início da sua exploração e, ainda hoje, só de derrocadas, morrem cerca de 14 pessoas por mês.

Por sinal, quando chegamos à mina estavam a transportar um mineiro que tinha o pé e a perna todos destruídos, de uma pedra que lhe caiu em cima! Estes trabalhadores não comem nada durante mais de 8 horas de trabalho, só mascam folhas de coca e bebem álcool de cana de açúcar puro, a 96% de volume, para aguentarem o calor louco do interior das minas, a falta de oxigénio nos túneis e a altitude de mais de 4000 metros!

A esperança média de vida destes trabalhadores é de 40 anos, devido aos gases e químicos presentes nestas minas!

Viagem de moto America do Sul

O nosso grupo levou para oferecer aos trabalhadores, folhas de coca, sumos, cigarros e dinamite. Tive a oportunidade de trabalhar um pouco partindo pedra com uma marreta e quase me saía um pulmão fora com o calor e falta de oxigénio lá dentro. As folhas de coca é que me salvaram!

Viagem de moto America do Sul

Sem duvida uma das melhores experiências da minha vida, mas deu para perceber a desigualdade destes países pobres, que perdem metade da esperança de vida só para dar de comer à família. Totalmente injusto! Sem duvida o pior trabalho do mundo!

Comentários (0)

Seja o primeiro a comentar este artigo.

Deixar seu comentário

  1. Postando comentários como visitante. Cadastrar ou login na sua conta.
0 Caracteres
Anexos (0 / 3)
Compartilhar sua localização

CADASTRE-SE PARA RECEBER AS VIAGENS PUBLICADAS

Você poderá sair da lista de e-mail a qualquer tempo.

Livros sobre viagens pela América do Sul e Himalaia